Blog

Governo acusa propaganda da Bombril de racismo

A Secretaria Especial de Política de Promoção da Igualdade Racial considerou racista a arte acima, da promoção “Mulheres Que Brilham” da Bombril, e pressionou para que a empresa retirasse a campanha do ar. Informação da coluna de Lauro Jardim em Veja Online:

(…)

O governo pediu a suspensão da campanha Mulheres que Brilham por considera-la racista. Na campanha, a imagem de uma mulher negra é usada – o que levou a secretaria a associar os produtos Bombril à cabelos crespos.

O Conar não aceitou a reclamação do governo, mas o Bombril já alterou a campanha para evitar maiores polêmicas.

Nós visitamos hoje (21) o site da promoção, e pudemos notar que o logotipo passou por um processo de alisamento capilar, além da redução do nariz e lábios. O brinco também foi trocado – talvez o formato redondo tenha sido considerado “afodescendente” demais? Enfim, vejam que belo resultado:

Como vocês podem perceber, também não há imagens de mulheres negras em nenhum lugar do site, num esforço para que ninguém mais possa acusar a empresa de associar cabelos crespos ao produto…

Se dissermos que está faltando louça pra lavar na Secretaria da Igualdade Racial, será que seremos perseguidos pela Secretaria das Mulheres?

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

To Top