Implicante

/ Artigos

3 de fevereiro de 2012

Modelo petista de Segurança Pública: 20 mortos em 18 horas

white 15 Modelo petista de Segurança Pública: 20 mortos em 18 horasKindle

capa correio1 Modelo petista de Segurança Pública: 20 mortos em 18 horas

Durante um show do Olodum, uma mulher ficou CEGA DE UM OLHO após ação truculenta da PM da Bahia. O estado, como se sabe (mas não se diz muito, porque queima o filme), é governado pelo PT. Nesses casos, também como se sabe, a população não recebe o mesmo amparo da militância petisto-fúcsia 2.0.

Uma pena para o cidadão baiano.

E isso vale para a greve da mesma PM, deflagrada agora, que já resultou em VINTE MORTES em DEZOITO HORAS. Um recorde. O governador petista, Jacques Wagner, está viajando por Cuba, na companhia de Dilma. Quando ele voltar do passeio, quem sabe, a situação possa ser solucionada. Por enquanto, está assim:

policiais Modelo petista de Segurança Pública: 20 mortos em 18 horas

Esse pessoal empunhando revólver é gente da PM da Bahia.

 

 Modelo petista de Segurança Pública: 20 mortos em 18 horas

Loja saqueada em Salvador.

Ah, mas é coisa da greve? Bom, não é. Infelizmente, não é. Isso porque, óbvio, a greve em si já é um descalabro – algo inaceitável por parte de agentes públicos de segurança e policiamente. Mas basta checar os índices que se percebe um padrão.

Como é a Segurança Pública nos governos petistas?
Dica: uma merda. Vejam aqui (pdf) levantamento do Instituto Sangari, o tradicional “Mapa da Violência”, cujos dados abrangem o período entre 2001 e 2010:

O PT governa Bahia, Pará, Piauí, Sergipe e Acre. São CINCO estados para uma amostragem da competência do partido na Segurança Pública. Vejamos:

BA – Ao tomar posse (2007), o PT encontrou o índice de 23,5 mortos por 100 mil habitantes; em três anos, esse número saltou para 37,7.

PI – O PSB governa com o PT na vice, e o mesmo PT foi governo desde 2003. Ao assumir, havia 10,9 homicídios por 100 mil habitantes. Em 2010, saltou para 13,7.

PA – Carepa, a governadora petista, tomou posse em 2007 e recebeu uma taxa de homicídios, por 100 mil habitantes, de 29,2 e “devolveu” com o índice de 45,9 – não foi por acaso que perdeu chance de reeleição.

AC – Governado pelo PT desde 1999, o Acre é um daqueles rincões que seriam, com o perdão do termo, a VITRINE do PT. O índice de 2000 é o mesmo de 2010: 19,4 homicídios por 100 mil habitantes. Dez anos e… nada! Talvez o partido considere um número razoável.

SE – Marcelo Déda, do PT, assumiu o governo em 2007 com Sergipe no patamar de 29,8 mortos por 100 mil habitantes. Em 2010, porém, esse número já subiu para 33,3. Mas a Rita Lee foi presa.

ACREDITEM OU NÃO, há petistas que acham razoável falar da Segurança Pública em SP. Ah, mas e os dados? Opa, taí:

Em 2000, SP tinha uma taxa de 42,2 homicídios por 100 mil habitantes. Em 2010, o número foi para… 13,9! Caiu! E drasticamente! Continua ruim, é óbvio, pois qualquer morte é uma desgraça, mas não se deve deixar de aplaudir quando tais números caem.

O PT vaia. Não porque esteja ligando para esse tipo de coisa, mas porque quer o poder – e talvez fazer de SP o que fez com a Bahia, destruindo tudo. Ou com Sergipe. Enfim, escolham…

Enfim
Durante uma única greve, VINTE MORTOS NO PERÍODO DE DEZOITO HORAS. No decorrer de anos, AUMENTO DA TAXA DE MORTALIDADE. Esses são os dados do PT na segurança pública. Eles não são bons nisso.

Além de tudo, a militância classemédiopetista de tuíter e feicebuque, grita a plenos pulmões qualquer ato da PM de onde não governam, mas estão aí calados – mas sem vergonha alguma disso – em relação à pilha de cadáveres resultantes da péssima segurança pública de seu partido do coração.

Isso sim é massacre. Pena que a vida é relativa – e o índice de relatividade é o partido que governa. Isso, claro, para a turminha ~descolada~ que luta pela sociedade compartilhando publicação no Feice.

Agora, resta fazer como a polícia da BA: dar umas porradas nos números, para ver se ficam quietos ou ao menos cegos.

compartilhe

Tópicos

11 Comentários

  1. alexandre13 de fevereiro de 2012 às 20:31

    O gravataí ficou sem resposta e apelou para a ironia ! Por isso vc se esconde num blog. Sua máscara cai em menos de 5 minutos num debate ! Vc é fraquinho

    (Gravz: Como me escondo? Até ao judiciário já fui para, como vocÊ sabe, GANHAR uma ação de quem me acusava. Você, sim, fica na miudinha aí, aparece em TODO texto para, quanod não tem resposta [e isso é sempre], dizer que eu ou o site ou o neoliberalismo, enfim, somos fraquinhos etc etc etc. Mas continue, é interessante sua audiência)

  2. bruno13 de fevereiro de 2012 às 17:26

    Nelson, aqui em Vitória o prefeito João Coser quebrou a Prefeitura….fez várias desapropriações a toque de caixa e está com os bens bloqueados…….fez um quiosque que custou R$ 400.000,00 e só o banheiro custou 90 mil reais…dá para acreditar….a cidade está parada, feia, suja e invadida por mendigos…eis o PT…Muito blablabla e incompetentes nos cargos públicos, só mamando…..

  3. theo6 de fevereiro de 2012 às 15:14

    alexandre,
    a melhor maneira de avaliar a segurança pública talvez seja mesmo com vários indicadores, não apenas os de homicídio. mas como o homicídio é o crime mais grave a ser cometido contra um cidadão (incluo aqui tbem mortes cometidas por policiais), ele diz muito sobre a situação nos Estados. e os assaltos, roubos à banco, tráfico de drogas, acabam gerando confrontos fatais com a polícia, com seguranças, com outros criminosos. então, via de regra, dá pra dizer que, quanto menos homicídios, menos ocorrências violentas acontecem. menos violento é o Estado.

    e sobre o PSDB do Piauí, é claro que nem todos os políticos de um mesmo partido terão um desempenho igual. mas, se existe um exemplo de política de segurança pública colocado em prática pelo PT que seja eficiente, fale qual é. a de SP precisa muito ser melhorada (acho que a PM é um tanto racista, preconceituosa, despreparada e corporativista), e os números mostram que pelo menos há esforços nesse sentido.

  4. bruno6 de fevereiro de 2012 às 09:07

    Precisam fazer uma reportagem aqui em Vitória, Espirito Santo. A gestão é do PT e como vocês sabem, mais um desastre. Ficaram quase 8 anos para fazer quiosques e este ano já no final do verão entregaram 2 pela metade que além de horrorosos náo tem cobertura para os clientes e custou cada um R$ 800.000,00. Aquela porcaria dava para fazer por 100 mil no máximo. Roubaram mesmo!!!! Tem também as desapropriaçoes em tem po recorde com valores acima do mercado…os bens do prefeito do PT Joáo Coser estáo bloqueados pela Justiça.. a Prefeitura está quebrada e ela sempre foi considerada fácil de administrar pois tem uma boa receita…..Assim é o PT, muito falatório e muito militante incompetente……

  5. Thiago6 de fevereiro de 2012 às 01:49

    É impressionante como o alexandre não consegue entender coisas básicas…

    Não da nem vontade de argumentar, porque, como já é de conhecimento de todos, não vai adiantar nada =(

    -

    E a minha experiência com a PMERJ é a de que muitos querem fazer um bom trabalho, mas sempre colocam a desculpa do salário… só esquecendo que para ser Policial, tem que prestar concurso! E alguns fazem o concurso para depois tentar o da Policia Civil, Policia Federal e Delegado! É necessário que o país faça uma reformulação na profissionalização dessas áreas (bombeiro, policia, médicos de hospitais públicos e afins)

  6. Jose Abreu5 de fevereiro de 2012 às 23:32

    O PT e´ o seio da vigarisse e pilantragem politico/administrativa. Quanto maior o cargo, maior a discaraçao e a cara de pau. Mentem mais que cachoro que acoa alma.

  7. alexandre5 de fevereiro de 2012 às 21:55

    Pelo visto vc está desinformado sobre os acontecimentos no RJ. Pergunte para o Nem, FB, Polegar, Marquinho Niterói e Coelho se as UPPs e a atuação da Secretaria de Segurança são “maquiagem”
    PS.: Para quem não sabe, esses nomes são dos principais chefes do tráfico das favelas pacificadas e que estão atrás das grades e não dispersos por aí, como os traficantes da Cracolândia de SP.

    (Gravz: Claro, são maquiagem. O RJ que é seguro… Os mortos são talvez agentes da CIA para desacreditar a bonita política de segurança pública sem prisões)

  8. Hay5 de fevereiro de 2012 às 10:53

    Deixem-me já responder pelo alexandre:
    “Lá vem você de novo com essa mania de apresentar números, evidências, fatos. Onde estão as provas? Eu quero um documento assinado em 10 vias com um vídeo no qual os petistas admitem prontamente todos os problemas! Senão, eu continuarei lambendo as botas do PT enquanto finjo que não sou militante!”
    Para mim, policiais que empunham armas em público, ameaçam cidadãos e promovem o vandalismo mereciam processo judicial e prisão – e talvez umas porradas na cara para aprenderem a serem gente. Para os grevistas, desconto no salário e processos administrativos.
    Sabe como é, eu sou um militante tucano e, por isso, preciso defender o governo da BA, que é do PSDB. (Obs: estou sendo sarcástico).

  9. Edmar4 de fevereiro de 2012 às 10:29

    O Ceará tbem teve greva da policia que gerou um clima de medo, recentemente! Tbem governado pelos simpatizantes do partido!

  10. alexandre4 de fevereiro de 2012 às 08:32

    O estado mais violento do país é Alagoas, governado pelo PSDB. E acho engraçado vc basear a eficiência da segurança pública em indicadores de homicídios por habitantes. O RJ, que teve uma brutal redução nos indicadores de violência foi criticado por vc ( O Sérgio Cabral cometeu o “pecado” de ser aliado do Lula). Vc realmente se baseia sua opinião sobre segurança pública em indicadores de violência ou no partido que está no poder no estado ?

    (Gravz: Em indicadores de violência. Todos eles. Se a população de Alagoas não considera a gestão do PSDB boa para a segurança pública, que pese isso em seu voto e eleja outro. Aqui em São Paulo, como mostram os dados, a redução de homicídios foi drástica. O RJ faz uma maquiagem, bem sabemos, aquilo de “avisar” que vai tomar o morro, todo mundo foge com a mercadoria e fica por isso mesmo. Aliás, tem greve marcada para o dia 10. Acho um absurdo, como qq greve de polícia. Mas estão marcando a sério. Cabral provavelmente estará viajando ou sumido – sempre que a coisa aperta ele corre)

  11. Nelson3 de fevereiro de 2012 às 22:13

    Os petistas não são incompetentes só a nível estadual, não! Também são péssimos gestores de municípios! A cidade de Anápolis, governada pelo petista Antônio Gomide, apareceu na FSP dias atrás, por causa da super-lotação de presídios. O irmão dele, Rubens Otoni, também anapolino, é deputado federal… e sumiu depois de ser eleito! Não estamos MESMO seguros na mão dos petistas…

Publicidade

Enquete

Quem você acha que Lula indicaria hoje para o STF?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Publicidade