Blog

A esquerda não aprende: continua fazendo “protesto” que atrapalha a vida do trabalhador

Pior para a esquerda, melhor para o país.

Imagem: TV Globo

É um grande mistério quem criou essa tese e, mais ainda, como raios continua vigente no meio esquerdista, mas ela de fato existe e é quase um dogma, visto que não pode nem mesmo ser discutida. Em suma: manifestações de rua precisam causar transtornos, pois assim a causa é “percebida”.

Bobagem, claro. O povo nos ônibus, todo mundo cansado, aí uma turma vermelha resolve parar tudo e a volta pra casa demora muitas horas. Todos pra lá de zangados com os manifestantes e ninguém apoia tais causas.

Tanto que a esquerda faz protestos desse tipo desde o tempo do onça e também desde tal era ninguém se convenceu do esquerdismo, menos ainda sendo vítima desses atos.

Porque o rico e a classe média alta sempre dão um jeito, conseguem sair mais cedo, ou ficam até mais tarde em algum ambiente agradável, de modo que não sofrem nada com as manifestações.

Quem sofre é o pobre e a classe média baixa; não por acaso, onde a esquerda menos tem chance.

E o que fazem? Insistem nesse tipo de manifestação, muitas vezes com expedientes de vandalismo.

Terrível para o povo, mas “bom” pelo fato de que, ao menos assim, a grande maioria continuará com raiva da esquerda, do esquerdismo e dos esquerdistas.

Notícias Recentes

To Top