Implicante

/ Blog

6 de novembro de 2011

A Oposição está perdida…?

white 15 A Oposição está perdida...?Kindle

magoo A Oposição está perdida...?

“A oposição não tem projeto”, “…está perdida”, “…não sabe para onde vai” etc. etc. etc. Tais máximas surgem dos governistas – aqueles ali oficialmente instalados ou os contratados por estatais com ou sem licitação. Mas, enfim, é gente do governo que atesta isso, com alguns “chapas” da mídia-má abraçando a idéia.

Hm…

Será que é a oposição que está perdida? É ela que não tem projeto? Ela não sabe para onde vai? Vejamos… Dilma já teve de demitir CINCO MINISTROS apenas no primeiro ano de governo, TODOS acusados de corrupção (e o ministro do trabalho, Carlos Lupi, pela bola sete…). Basta rememorar o auge do mensalão: nem naquela época houve algo assim.

O governo, sim, está perdido. Mais perdido do que azeitona em boca de banguela. Quais exatamente os grandes projetos dessa gestão? Qual a “marca” até agora deixada por Dilma? O que fez de bom, de novo, de real e concreto? (não sei se vale citar a privatização de aeroportos, contestada em campanha mas posta em prática no primeiro dia) Pois é…

Presidentes, governadores e prefeitos – mas especialmente os primeiros – têm o primeiro ano de mandato como o MAIS IMPORTANTE para apresentar reformas, projetos e afins. Dilma passou seu tempo primeiro defendendo, depois inevitavelmente demitindo gente corrupta.

No início, tentaram colar a pecha de “introspectiva”, mas era pura falta de talento,  oratória e carisma. Depois, surge a “faxineira”, e novamente cascata, pois só demite depois de não haver mais chance e, além disso, defendendo os acusados antes da foice (sem esquecer que TODOS ali foram – ao menos teoricamente – indicados por ela). Agora, claro, já sabem que é uma presidente que ou escolhe muito mal seus ministros ou acata as escolhas alheias muito erradas.

Incompetente ou fraquíssima, de duas uma.

E são os defensores desse pseudo-governo que, na falta de cobrar quem tem o poder, as verbas e o controle dos cargos, procuram imputar à oposição deméritos subjetivos, abstratos, inócuos.

Sim, existe uma oposicinha e, claro, ela é uma porcaria. MAS OS PRO-GOVERNO NÃO ACHAM QUE ESSA É A OPOSIÇÃO RUIM. Para eles, essa é a boa – tanto que muitas vezes tentam eles próprios escolher os adversários (e quem escolhe o mais difícil nessas horas?).

Para governistas, oposição boa é a que baixa a cabeça ou, no máximo, faz críticas genéricas, aquelas platitudes sem pé nem cabeça. Se acusam diretamente alguém – mesmo com provas (e elas sempre aparecem, para seu desespero) –, aí a oposição se torna “radical”. Governistas não gostam dessa.

E quem usa tal juízo de valor são os mesmos que, após perder eleições em 1998, pediam para o presidente legitimamente eleito sair do poder. Motivo: não gostavam dele. Agora, com cinco ministros caindo num único ano e um outro no bico do corvo demissionário, todos acusados de corrupção, vêem a oposição como “fraca”.

E Dilma continua alternando passeios ao exterior e voltas ao Brasil para assinar a demissão de alguém. Esse é o traço de seu governo. Trata-se de uma “burocrata de RH”, pois visivelmente nem mesmo poder sobre os ministros ela tem, apenas assina o que mandam na hora de afastá-los – mas mantêm os ministérios com os mesmos partidos.

Este governo é fraco. Este governo não tem rumo. Este governo não tem projeto. Essa é a verdade dos fatos, independentemente do que diz a mensaleirosfera.

compartilhe

Tópicos ,

8 Comentários

  1. Carvalho8 de novembro de 2011 às 19:15

    A Dilma foi mais um embrulho sem conteúdo que o PT usou para engambelar a maioria dos brasileiros, como “Fome Zero”, “Primeiro Emprego”, “PAC”, “PAC2″…Como sempre o produto é inexistente ou defeituoso. Excelente texto!

  2. danir8 de novembro de 2011 às 13:14

    Sorry. Leia-se incompetentes, no lugar de imcompetentes.

  3. danir8 de novembro de 2011 às 13:13

    Diga-se de passagem que o governo anterior tambem nunca teve um projeto ou meta que fizesse sentido ou fosse implementada. Na verdade é um bando de imcompetentes venais que se aproveitam da ignorância do eleitor para fazer o que quiserem. E a oposição coitadinha, está cheia de covardes, coniventes e lenientes, o que a descaracteriza e desqualifica como oposição. A propósito, que fique bem claro que este governo que aí está, é paradoxalmente incompetente quando se trata de desenvolver políticas e ações que sejam qualificáveis como atos de governo, mas é extremamente competente quando se trata de roubar descaradamente, enganar os eleitores otários e fazer prestidigitações em cima de argumentos ideológicos totalmente furados. É o tipo de incompetência seletiva que caracteriza os canalhas e aproveitadores.
    Alem é claro de sua proverbial falta de educação e ignorância, que estão em todos os momentos de sua atuação. A antítese do que um político decente deve ser.

  4. Thiago8 de novembro de 2011 às 01:27

    Texto do José Serra, no sítio dele…

    http://www.joseserra.com.br/archives/1833

  5. Thiago7 de novembro de 2011 às 00:32

    Excelente texto! É, os defensores do governo cobram posições da oposição que deveriam ser do governo!

    Lembro do Lula berra contra o governo FHC, exigir reforma política, agrária e muitas outras coisa. Teve 8 anos e não fez nada de nada do que exigia… Dilma em um ano só demitiu ministros, se for assim, nem vai conseguir aprovar o Código Florestal… Alias, o governo é contra ou a favor do mesmo? Este governo é tão confuso e troca tanto de lado, que nem da para saber o que quer!

    E isso me lembra o caso da Copa… Vão abrir as penas para a FIFA logo ou vão “fazer jogo duro”, para no final “relaxar e gozar”?

  6. alexandre6 de novembro de 2011 às 23:19

    O governo lançou o programa “brasil sem miséria”, uma política industrial “brasil maior”, está mudando o mix da política econômica (maior contenção das despesas públicas e redução dos juros), aprovou a comissão da verdade, desburocratizou as concessões ambientais e está priorizando a regulamentação do fundo de pensão do servidor público para diminuir o déficit da previdência. Vc acha pouco ?

    (Gravz: Sim, muito pouco. “Lançar” é uma coisa, fazer é outra. Lançaram também o “Fome Zero”, que acabou abandonado e, veja só, a fome continua. O PT é ótimo em “lançar” coisas, mas o governo é baseado nas medidas macroeconomicas que ele tanto demonizou – ainda bem que manteve, não dando crédito a militantes idiotas)

  7. Marcos Lins6 de novembro de 2011 às 22:42

    Hum, é o ovo de colombo.

    Caras, não importa se a oposição é fraca, o que importa é que eles não são do PT.
    Deixa eu contar uma coisa… a oposição somos nós, todos os brasileiros honestos!

    As únicas vozes nacionalmente ouvidas na oposição, de fato, são de duas pessoas que não tem mandato: FHC e Serra.

    Pois aécio neves, aloysio nunes e acm neto são lideranças regionais, seus votos não mudam nada no congresso e eles não são familiares ao eleitor médio, suas palavras não tem o condão de engajar os eleitores, como FHC e Serra.aliás conseguem, guardadas as proporções.

Publicidade

Enquete

Escolham os nomes dos dois mascotes olímpicos do Rio:

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Publicidade