Blog

Agência de combate à lavagem de dinheiro suspeita de R$ 52,3 milhões em contas de Lula

Foto: Ricardo Stuckert/PR

Relatório foi preparado pelo COAF, agência subordinada ao Ministério da Fazenda, de Joaquim Levy.

 

Segundo o COAF, a movimentação é incompatível com o patrimônio, a atividade econômica ou ocupação profissional e a capacidade financeira de Lula. Só a empresa de palestras do ex-presidente transferiu 93,7% dos R$ 27 milhões que recebeu nos últimos quatro anos. Há estranhas transações também com título de previdência ao custo de R$ 6,2 milhões, aumentando as suspeitas de lavagem de dinheiro por parte do ex-presidente.

Foto: Ricardo Stuckert/PR

Foto: Ricardo Stuckert/PR

O COAF é a agência oficial do governo para combate à lavagem de dinheiro no Brasil. Subordinado ao Ministério da Fazenda, trabalha abastecendo de informações o Ministério Público e a Polícia Federal. A revista Época teve acesso exclusivo a um Relatório de Inteligência Financeira sobre Lula, Palocci, Fernando Pimentel e Erenice Guerra, todos estreitamente ligados a Dilma. Ao examinar contas bancárias de 103 pessoas e 188 empresas ligadas ao quarteto, encontrou movimentações estranhas que somam quase meio bilhões de reais.

Recentemente, Lula andou pedindo a cabeça de Joaquim Levy, ministro da Fazenda, pasta que comanda o COAF. Será que Levy andou preparando relatórios do tipo para se proteger da sede do petismo por seu cargo?

To Top