Implicante

/ Blog

6 de janeiro de 2012

Blogueira cubana Yoani Sánchez pede ajuda a Dilma

white 15 Blogueira cubana Yoani Sánchez pede ajuda a DilmaKindle

zYoani Sanchez2 550x412 Blogueira cubana Yoani Sánchez pede ajuda a Dilma

Em vídeo postado no Youtube, Yoani faz apelo para que a presidente brasileira intervenha junto às autoridades cubanas. Proibida de deixar o país desde 2004, a blogueira recebeu convite para participar de um evento na Bahia em fevereiro. Notícia de O Globo:

RIO – A blogueira cubana Yoani Sánchez, uma das vozes mais famosas de oposição ao governo Raúl Castro, divulgou um vídeo em que pede ajuda à presidente Dilma Rousseff para deixar o país.

Sem obter autorização do governo para viajar ao exterior desde 2004, Yoani colocou no YouTube uma mensagem apelando a Dilma para que intervenha diretamente junto às autoridades cubanas para ajudá-la.

- Por favor, me ajude. Já fiz tudo o que está a meu alcance. Estou proibida de deixar meu país, e não cometi nenhum crime. Me condenaram à imobilidade insular – diz Yoani no vídeo. – Eu sei muito bem que ela (Dilma) sabe o que é o controle excessivo e a repressão.

Yoani Sánchez foi convidada para participar da exibição de um documentário na Bahia em fevereiro. O filme, dirigido pelo cineasta Dado Galvão, tem a liberdade de imprensa em Cuba e no Brasil como tema, e a blogueira é entrevistada.

A dissidente cubana diz que já tentou cerca de 20 vezes – sem sucesso – uma autorização do governo para que possa deixar Cuba. Em 2010, ela fez um apelo semelhante ao então presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

0 Blogueira cubana Yoani Sánchez pede ajuda a Dilma

Comentário

Lula ignorou o apelo de Yoani em 2010, na mesma época em que dirigia elogios a Julian Assange, do Wikileaks.

Dilma agora tem a chance de melhorar o histórico vergonhoso do governo petista com relação aos direitos humanos em Cuba, caso decida ajudar a blogueira a visitar o Brasil. Depois do episódio dos boxeadores no Pan de 2007 (por sinal, o mesmo Tarso Genro que mandou os atletas de volta à ilha dos irmãos Castro atualmente passa férias em Cuba), Lula chegou a posar sorrindo ao lado de Fidel no mesmo dia em que um preso político morria devido a uma greve de fome.

compartilhe

Tópicos ,

10 Comentários

  1. Thiago7 de janeiro de 2012 às 14:42

    Aos que implicam com reportagens da Folha, Estadão e outras “mídias golpistas”, segue o link da notícia sobre os haitianos…

    http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2012-01-02/acre-pede-ajuda-federal-para-assistir-refugiados-haitianos

  2. Thiago7 de janeiro de 2012 às 14:10

    Os governantes do PT tem dois pesos e duas medidas… Vocês viram a noticia sobre os haitianos no Brasil? Ajuda de milhões de reais para manter os haitianos no Brasil, onde eles terão direito a viver, trabalhar e estudar normalmente por serem imigrantes sob modo humanitário… e depois ainda se fala de acabar com a miséria dos brasileiros…

    Tudo bem que o Brasil está ajudando o Haiti, mas esses “refugiados” entram de maneira ilegal, afetam os sistemas de saúde (e outros sistemas, pois até comida recebem de forma gratuita as custas do erário)… isso aqui não é bagunça! Existem regras que devem ser seguidas! Mas aposto que isso será tema de matéria/propaganda como ajuda humanitária do governo…

    P.S.: Isso me lembra o caso dos africanos, principalmente angolanos, aqui no Rio de Janeiro…

  3. bedot7 de janeiro de 2012 às 13:07

    Sempre achei estranho o fato dessa moça conseguir se comunicar com o mundo como nenhum outro dissidente cubano consegue. Depois que vi a entrevista dela ao Jornal da Globo, ao final de uma série de reportagens sobre Cuba, passei a considerá-la suspeita de praticar oposicionismo consentido. Ela declarou que Cuba não é socialista, não é comunista, mas um “capitalismo militar de Estado”. Fica claro que não quer mudar o sistema, apenas as peças, adaptando-o aos novos tempos (exs.: kirchnerismo e chavismo), com ela no comando, é claro.

    Não se sabe o que ela quer com esse pedido que fez a Dilma. Mas, sinceramente, eu me preocupo muito mais com os dissidentes de verdade, aqueles que vivem na clandestinidade ou que apodrecem nas prisões cubanas por delitos de opinião. Se Sanchez, ao invés de pedir prá fazer uma viagenzinha de turismo, clamasse para que Dilma intercedesse junto ao regime pela soltura de TODOS os presos políticos da ilha, eu confiaria mais nela. Mas creio que ela não fará isso.

  4. Gustavo Noronha Silva7 de janeiro de 2012 às 11:48

    Dilma se negou a receber a prêmio Nobel iraniana, mesmo tendo recebido Shakira. Eu adoraria estar errado, mas acho que ela vai dar mais um vexame e desmentir em atos o que disse com palavras sobre seu governo ter direitos humanos como prioridade.

  5. Gustavo Noronha Silva7 de janeiro de 2012 às 11:47

    @Victor e você acha que é OK respeitar um governo ditatorial, que faz o que faz com seus cidadãos? Ao não expressar sequer uma condenação da situação e fazer amizade com gente como o presidente do Irã, Lula vai entrar pra história como alguém que não teve muito respeito e não lutou muito pelos direitos humanos.

  6. Matheus7 de janeiro de 2012 às 11:22

    Lamento Yoani, mas o PT ama a ditadura cubana e o Brasil ainda possui inúmeros dinossauros comunistas que pensam igual… você está jogada a própria sorte e seu “crime” foi ter nascido em Cuba…

  7. foralula7 de janeiro de 2012 às 09:00

    é bom poder lembrar o quanto Lula é respeitoso.

    a Itália que o diga.

  8. Victor Almeida Schinaider6 de janeiro de 2012 às 23:12

    Discordo do comentário feito. O que houve com Lula foi um respeito ao sistema de governo de Cuba. Independente de estar certo ou errado, Lula não fez o que faz o EUA, manda e desmanda onde quer que seja, inclusive na nossa amazônia, que está sendo aproveitada por todos, menos por nós.

  9. Uther Pendragon6 de janeiro de 2012 às 04:35

    Duvido que dona dilma ajude. Só escrevo com letras maiúsculas nomes de gente de bem!

Publicidade
Publicidade