Blog

Delator a Sergio Moro: “dependendo das notas, cabe até uns R$ 2 ou 3 milhões numa mochila”

Palavras de Fernando Migliaccio, em depoimento a Sergio Moro.

Fernando Migliaccio, que coordenava o esquema de propinas da Odebrecht, revelou em depoimento a Sergio Moro que o ex-ministro (de Lula e Dilma Rousseff), Antonio Palocci, era beneficiário de altos valores em espécie, retirados por seu assessor Branislav Kontic.

E, quando se diz “altos”, é porque de fato a coisa era assim.

Segue trecho simplesmente inacreditável de seu depoimento:

“Ele ia na minha sala, abria a mochila… E eu entregava em espécie. Foram tantas vezes que eu não posso precisar, mas nunca menos de um milhão [de reais] (…) Dependendo das notas, cabe até uns R$ 2 ou 3 milhões numa mochila.”

Nunca menos de um milhão, dois a três milhões numa mochila.

É surreal.

Fonte: Folha de SP

Mais Lidas

To Top