Blog

Ditadura escancarada: Venezuela rasga de vez a fantasia e indica que não convocará eleição

Devem ter cansado de fingir o contrário.

Imagem: Wikipedia

Uma das maiores lorotas do esquerdismo moderno era aquela coisa de fazer de conta que a ditadura venezuelana seria uma democracia. Perseguições, mortes, prisões, além das mais extremas privações oriundas de um regime opressor, enfim, nada disso servia de argumento para a militância.

Porque, sim, há defensores expressos do regime chavista mantido por Nicolás Maduro, e bem sabemos quem são – tanto as pessoas quanto seus partidos.

Mas agora eles terão um pouco mais de dificuldade para manter o discurso, pois o governo venezuelano avisou à OEA (Organização dos Estados Americanos) que não cumprirá as exigências da entidade.

O que a organização “exigia”? Nada menos que a libertação de presos políticos, respeito às decisões da Assembleia Nacional e um calendário eleitoral.

Nada feito. E a coisa chega à patetice de o número 2 da ditadura dizer o seguinte:

“Não há partido de oposição. Como vamos realizar eleições aqui?”

De todo modo, é provável que nem assim nossa esquerda admita que se trate de uma ditadura. Como sempre, os fatos não são o bastante para atrapalhara as narrativas.

Fonte: Estadao

Notícias Recentes

To Top