Blog

Entenda por que a ameaça de Lula à imprensa é também equivocada no fundamento básico

Monopólio de “nove”?

Um dos mantras mais constantes da esquerda é dizer que a mídia seria “monopolizada”. Tempos atrás, falava-se em sete grupos; agora, segundo o próprio Lula, seriam nove. Claro que isso de falar “famílias” dá um ar ainda mais tenebroso.

Vejam como o tema foi exposto pelo ex-Presidente e já voltamos:

Pois é… O pior, claro, é isso de querer “regulamentar os meios de comunicação”. Mas o fundamento disso não faz o menor sentido.

Ora, um setor gigante com NOVE concorrentes é sim competitivo. Quantos outros são assim? Se há nove “players” (pois é, usam essa expressão…), não se trata de um monopólio. Até porque “mono” significaria apenas um.

É pouco? De novo, não. Ele se refere a GRANDES GRUPOS, não a jornais independentes, blogs ou afins. NOVE CONGLOMERADOS é um número razoável, de novo, considerando um setor gigante.

Se a frase soa bem pouco democrática, ela ainda por cima não tem sentido no argumento que a embasaria.

To Top