Implicante

/ Blog

15 de outubro de 2012

Exclusivo: PT, PSDB, “kit gay” e o material de cada gestão

white 15 Exclusivo: PT, PSDB, kit gay e o material de cada gestãoKindle

Tratamos do tema aqui e aqui. Agora, conseguimos a apostila COMPLETA do programa contra o preconceito do Estado de São Paulo. Baixem, leiam e analisem.

HaddadChalitaMissa Exclusivo: PT, PSDB, kit gay e o material de cada gestão

Monica Bergamo publicou coluna MENTIROSA hoje na Folha. A ideia seria buscar algum tipo de hipocrisia tucana ao dizer que o Governo do Estado distribuiu no ano passado um “kit gay”. A militância petista se alvoroçou em replicar a matéria, mas… Pois é. Mas é mentirosa.

Sim, a coluna contém inverdades. (*)

O material do Governo do Estado foi lançado em 2009 e, desse modo, já nasce mentirosa a afirmação de que usaria vídeo do kit gay do MEC (lançado no final de 2010). Além disso, é um material elaborado desde 1996 (a edição de 2009 é a última, e uma nova já está em elaboração).

Mas não adianta apenas dizer o óbvio, é importante que todos LEIAM o arquivo original. Está aí para todos, em pdf. Vejam que belo material, e não trata somente de homossexualidade, mas também de discriminações contra corpo e cabelo, orientação quanto à violência e ao bullying, informações sobre drogas etc. O nome é “Prevenção Também se Ensina” – podem procurar.

LEMBRANDO que é material para os DOCENTES, não para alunos. De todo modo, vale conferir.

Baixe aqui.

Leram? Não são materiais iguais. Um foi VETADO pela Presidente Dilma que disse ser “propaganda de OPÇÃO sexual”. Outro, esse efetivamente aplicado pelo Governo de SP, dificilmente será criticado por qualquer militante comprometido com a causa (não aqueles que preferem o partido à bandeira que alegam defender).

Eis os fatos. Monica Bergamo mentiu, a militância acreditou (ou fingiu acreditar) e deu nisso. O PT até hoje não substituiu o kit que seria “propaganda”, o governo de SP tem um material (para docentes) desde 1996, revisado periodicamente (a última em 2009).

Essa é a diferença entre implantar uma política pública efetiva e positiva e usar a comunidade LGBTT como bucha de canhão ou massa de manobra eleitoral.

A gestão tucana tem o programa “Prevenção Também se Ensina”, vigente desde 1996 e com a edição de 2009 disponível neste texto. O PT vetou o “kit” alegando “propaganda de OPÇÃO sexual”, deu um ministério para a Igreja Universal e finge defender direitos LGBTT.

(*) Em tempo: a coluna de Monica Bergamo já foi modificada três vezes desde a publicação original; desse modo, este texto se refere à primeira versão, levada a público pela militância petista (de repente ela arruma tudo e, de fato, não haverá mais mentira alguma ou qq equívoco :))

compartilhe

Tópicos , , ,

9 Comentários

  1. Carvalho17 de outubro de 2012 às 14:34

    Outro que merece um destaque (negativo) desses é o Dimenstein. Ontem e hoje na CBN ele fez a mesma pergunta para o Hadad e o Serra, adivinhem qual?

    “Você assinaria um papel se comprometendo a cumprir o mandato até o fim?”

    Realmente colocou o Hadad na parede essa…

  2. Helton Nelada16 de outubro de 2012 às 11:12

    Falar o quê para essa JORNALEIRA e seus patrões esquerdopatas?????
    Por isso JAMAIS assinei e assinarei esse TABLÓIDE.
    Espero que o pessoal da campanha do Serra use isso para desmascarar os falsos jornalistas e os chapas-brancas, como essa senhora, e que a processe com todas as forças.
    Mentiu em 2010 e mente novamente.

  3. DIDI16 de outubro de 2012 às 09:23

    Acho que a culpa é do PIG, FHC e Veja, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

  4. Caps16 de outubro de 2012 às 00:36

    Ué? A Folha não era imprensa golpista?

  5. Antonio15 de outubro de 2012 às 22:33

    Eu acho que a Folha sempre torceu para um lado, ainda que se declarasse isenta. Só que desta vez eles perderam o senso. Tudo bem, mas tem que ser transparente com o público e abrir para que lado está, como o NYT.

  6. Ila15 de outubro de 2012 às 22:00

    Como militância petista, gente, se na Folha há explicitamente jornalistas que agem – e escrevem – como militantes? Se pelo menos assumissem, mas não, fica tudo como algo muito independente. Há nichos petistas dentro de redações da grande imprensa infelizmente.

    Criticam tanto a Venezuela…

  7. Márcio Gomes15 de outubro de 2012 às 20:30

    É comum – e honesto – que se modifique colunas já publicadas?
    Não conheço de jornalismo, mas parece desonesto caso a versão original deixe de constar ou as referências modificadas não sejam explicitadas.

  8. Marcos Jr.15 de outubro de 2012 às 18:25

    “Pogressismo” é bom quando de acordo com a bandeira do partido.

Publicidade

Enquete

Escolham os nomes dos dois mascotes olímpicos do Rio:

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Publicidade