Blog

França: pesquisa mostra maioria dos eleitores de 18 a 24 anos votando em Le Pen, da direita

Recentemente, constatou-se uma migração do voto dos gays. Agora, também o dos mais jovens.

Foto: Philippe Wojazer / Reuters

Há alguns dias, falamos aqui sobre a migração dos gays franceses para a direita. A motivação parece bem clara: eles não aderiram ao discurso da esquerda de que seria preciso assimilar os hábitos culturais mais diversos – talvez porque alguns desses hábitos incluem tratar homossexuais como criminosos, em alguns casos com penas pesadas.

Parece que os mais jovens também seguem o mesmo rumo. As teorias vão da taxa de desemprego a também fatores culturais. Mas está de fato apurado em pesquisa: os eleitores de 18 a 24 anos, em sua maioria, indicam votar em Marine Le Pen.

A Wikipedia traz um histórico das principais e mais fiáveis pesquisas eleitorais francesas, e tais resultados constam da última delas, realizada pelo IFOP (aqui, em pdf).

Entre os eleitores mais jovens, considerando os principais candidatos, o quadro está assim: Marine Le Pen, com 34%; Emmanuel Macron (centro-esquerda), 21%; Benoit Hammon (esquerda) 20%, Jean-Luc Mélenchon (esquerda) 13%; e François Fillon (centro-direita) 10%.

A liderança é da direita, mas a juventude francesa ainda vota massivamente no esquerdismo, muito embora o candidato Emmanuel Macron seja um caso à parte, já que, embora egresso do partido socialista, é um investidor do mercado financeiro que se mostra uma espécie de “outsider” da política tradicional – o nome de seu partido (En Marche!) não traz por acaso suas próprias iniciais.

Independentemente das análises de causa-efeito, é impressionante como o desapego da política mais antiquada acontece nos mais variados países. EUA, Inglaterra, França…

De novo, o velho aviso: que ninguém se mostre surpreso no Brasil em 2018.

Fonte: IFOP - em pdf

Mais Lidas

To Top