Implicante

/ Blog

26 de abril de 2012

Haddad nega que tenha pedido apoio de Kassab e ataca gestão

white 15 Haddad nega que tenha pedido apoio de Kassab e ataca gestãoKindle

kassab pt 550x400 Haddad nega que tenha pedido apoio de Kassab e ataca gestão

Matéria do portal Terra:

O pré-candidato petista à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, negou, durante sabatina promovida pelo Terra e pelo SBT nesta quarta-feira, que o PT tenha pedido apoio ao prefeito Gilberto Kassab (PSD), antes de este ter anunciado aliança com o ex-governador José Serra, seu rival do PSDB.

Questionado se não seria incoerente criticar um político ao qual quase se aliou, no início do ano, o ex-ministro da Educação afirmou que nunca acreditou na aliança, pois sabia que Serra iria se candidatar à sucessão municipal, e disse que foi Kassab quem procurou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva – seu padrinho político e maior cabo eleitoral.

“Para a minha surpresa, o prefeito visitou o ex-presidente Lula oferecendo apoio à minha candidatura. Isso surpreendeu a todos. (…) Mas eu sempre disse que o Serra seria candidato. (…) Sempre disse isso: ‘prefeito, aguarde a decisão do Serra, porque ele será candidato’”, afirmou Haddad.

Durante a entrevista, além de esforçar-se para colar sua imagem às gestões do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff no governo federal, e da senadora petista Marta Suplicy na prefeitura (2000-2004), Haddad atacou, em diversos momentos, a dobradinha Kassab-Serra, e voltou a lembrar que o tucano deixou a administração municipal, em 2006, para concorrer ao governo do Estado.

“Em quatro anos nós fizemos mais que os nossos sucessores fizeram em oito, e com um terço do orçamento”, afirmou, citando como os maiores problemas da capital paulista a falta de moradias adequadas e o caos no transporte público.

(…)

Comentário

Basta recuperar o noticiário da época para relembrar os fatos: Lula negociava diretamente o apoio de Kassab à candidatura de Haddad, em acordo que também envolveria o PSB de Eduardo Campos. Como o apoio de Lula é mais importante do que o nome do candidato, não se sabe se Haddad participou das negociações (ou se ao menos tinha conhecimento delas), informação, afinal, irrelevante.

A imprensa em geral parece ter esquecido também que Haddad foi o ministro responsável pelos sucessivos desastres do Enem. Nas entrevistas e sabatinas que participou, Haddad pouco foi perguntado sobre sua gestão no MEC, e ainda não explicou como pretende administrar a maior cidade do continente sem ter conseguido aplicar uma prova corretamente.

compartilhe

Tópicos ,

1 Comentário

  1. Machado26 de abril de 2012 às 22:33

    Cinismo tem limite, é claro que sabia, e torceu como um louco para dar certo. Haddad não tem chance. O segundo turno aponta Serra e Gabriel Chalita.

Publicidade

Enquete

Quem você acha que Lula indicaria hoje para o STF?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Publicidade