Blog

Haddad tira férias na Itália com apenas 10 meses de “trabalho”

A cidade em pandarecos e o prefeito resolve dar férias a si próprio: uma semaninha de descanso na Itália, sem nem mesmo cumprir um ano de “trabalho”.

esse aprende rápido

esse aprende rápido

Que a gestão Haddad é decepcionante, isso qualquer paulistano sabe. A coisa chegou ao ponto bizarro de haver saudade de Kassab (o que soa incoerente, já que o dito cujo faz parte da aliança da atual administração).

Mas mesmo o que é absurdamente ruim pode tornar-se ainda pior (ou mais ridículo, como queiram): o prefeito deu férias a si próprio e resolveu passar uma semaninha na Itália. Sim, não deu nem um ano de “serviço”, mas isso é bobagem.

Segue trecho de reportagem da Folha:

Prefeito Fernando Haddad tira uma semana de folga na Itália – O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), embarcou ontem à noite para a Itália para uma semana de folga com a mulher, Ana Estela. O pedido de afastamento será divulgado hoje no “Diário Oficial”. Em seu lugar assume a vice-prefeita, Nádia Campeão (PC do B). Haddad, que está no cargo há pouco mais de dez meses, planejou a viagem para comemorar 25 anos de casamento (…) O roteiro escolhido para a viagem de bodas de prata inclui apenas duas cidades: Florença, na Toscana, e Milão, na Lombardia.” (grifos nossos)

Então, é isso. O trabalhador, quando dá sorte de conseguir um emprego fora da informalidade, só tira férias a partir de um ano de serviço. Haddad não está nem aí e antecipa a folguinha para coincidir com as BODAS DE PRATA. Afinal, há “amor” em SP, mas não podemos nunca desprezar o romantismo de Milão e Florença.

É muita cara de pau.

Notícias Recentes

To Top