Blog

Ironia: a Lava Jato não quebrou nenhum setor produtivo, mas pode levar partidos à falência

Não seria uma má ideia.

Foto: Gil Ferreira / Agencia Brasil

Uma das mais patéticas narrativas dos adversários da Lava Jato é dizer que a operação quebrou setores. Tudo bem que esse discurso perdeu força, mas há ainda uns e outros que insistem nisso. Mas, enfim, claro que é lorota e, mais ainda, claro que antes de tudo deve vir a justiça.

Sem contar, obviamente, os altíssimos valores obtidos em ressarcimento, bem como ter acabado com verdadeira drenagem de recurso público. Mas sigamos.

Abordamos há pouco que está sendo cobrada dos partidos. O primeiro deles é o PP, do qual é cobrado o valor de R$ 2,3 bilhões de reais. Isso mesmo: BILHÕES.

É natural, pela lógica, que os demais também sejam cobrados. E nomes de políticos são elencados na ação. A base legal é a Lei de Improbidade Administrativa.

Em suma: a Lava Jato não quebrou setor algum, mas vários partidos poderão ir à falência. Convenhamos, não é uma perspectiva ruim.

Aguardemos a decisão de Moro.

To Top