Implicante

/ Blog

29 de maio de 2011

Lula manda, Dilma obedece

white 15 Lula manda, Dilma obedeceKindle

Diante da total incapacidade política de Dilma, o ex-presidente foi a Brasília pôr ordem na casa. E “ordem”, aí, significa articular acordos.

luladilma Lula manda, Dilma obedece

O chefe e a subordinada

Ninguém resolveu a crise econômica (cambial e inflacionária) por que passa o país. Essa bucha Lula passou para Dilma segurar sozinha. Mas a parte de articular acordos para abafar escândalo, ao que parece, continua nas mãos do antigo mandatário.

O Caso Palocci, que é grave e sério, foi tratado como uma coisa menor e acabou estourando para todos os lados. O atual ministro-chefe da casa civil aumentou seu patrimônio exponencialmente, com pagamentos adiantados quando anunciou fazer parte do governo e, pior ainda, grana recebida de uma empresa que doou pra campanha de Dilma e coincidentemente obteve restituição de forma rápida (e sem a Receita Federal recorrer de uma liminar).

O que fez Dilma? Nada. E aí foi preciso Lula ir até Brasília para fazer o que lhe cabe no atual governo: MANDAR – não quando o assunto é economia, claro, mas sim quando escândalos estão em pauta.

A tal base aliada “se acalmou”, uma versão estapafúrdia foi veiculada por quem ouviu emissários de lula (“culpa da oposição”), mas o mais engraçado é que NÃO ABAFOU ESCÂNDALO NENHUM. Foi um desastre.

Ficou provado que Lula manda, Dilma obedece. Mas, no Caso Palocci, nem mesmo as ordens do Nosso Guia foram o bastante para resolver coisa alguma. Nem tanto culpa de inabilidade do ex-presidente, mas sim da gravidade da história toda.

Resta, agora, aguardar manobras do Congresso para evitar a presença do ministro a todo custo e abafar CPIs. Enquanto isso, o Ministério Público Federal dá início a uma investigação do caso.

E aí não tem acordo.

compartilhe

Tópicos ,

2 Comentários

  1. francisco ramos26 de outubro de 2011 às 23:41

    Gravata: conserta o nó !

  2. João30 de maio de 2011 às 14:46

    Nem é preciso esperar, Gravata. A não convocação de Palocci já é fruto de manobras no Congresso. E me parece que o novo partido autodeclarado “a favor do Brasil”, PSD, deve ter contribuído bastante nisso. Pena ninguém investir fundo na repercussão desse adesismo para deixar o Congresso ainda mais chapa branca.

Publicidade

Enquete

Quem você acha que Lula indicaria hoje para o STF?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Publicidade