Blog

Mais um feito da gestão petista de Haddad: a cracolândia voltou a crescer

A “descentralização” das cracolândias, levando muitas delas para vários bairros, deu uma amenizada na região central. Mas agora está mesmo tudo dominado.

cracolandia

Parece cenário apocalíptico de filme, mas é a São Paulo de Fernando Haddad e do PT. Imagem: reprodução, TV Globo.

O fracasso retumbante do “prefeitão” Fernando Haddad no combate ao crack é dos mais retumbantes. Poucos políticos podem dizer que fizeram tudo de forma tão errada. São recordes atrás de recordes. Vamos a um breve histórico:

1 – Lança a ideia estapafúrdia de dar dinheiro para os viciados, apostando que, com isso, eles não comprariam mais crack (claro que não, todos sabemos que um viciado na referida droga trata de comprar livros assim que coloca as mãos em algum dinheiro) – mas, sim, a grana ia toda para os traficantes;

2 – No dia do primeiro pagamento, o preço do crack INFLACIONOU, de tanto que aumentou a procura;

3 – Diante do fracasso, entra em curso uma espécie de “descentralização da cracolândia” e várias delas surgem em diversos cantos da cidade, com uma singela diminuição no número de usuários na região central clássica.

Mas agora, como mostrou o telejornal da TV Globo, a cracolândia central VOLTOU A CRESCER e já toma várias outras vias além da Rua Helvetia.

São Paulo precisa se livrar de uma vez por todas disso. Será preciso muitos e muitos anos para reverter os estragos de Fernando Haddad em São Paulo, a exemplo daqueles de Dilma Rousseff no país.

Notícias Recentes

To Top