Blog

Nada, além da conivência com corrupção, impede que os próprios esquerdistas batam panelas

Poucas coisas são mais cínicas que o novo argumento preferido da esquerda brasileira

O novo argumento preferido do esquerdista brasileiro remete ao gesto do qual tantos brasileiros fizeram uso enquanto Dilma Rousseff aprontava no poder. E ganhou ares de “discurso oficial” quando Gleisi Hoffmann usou o próprio perfil no Twitter para reclamar de quem batia panela.

Uma questão, contudo, salta aos olhos: os esquerdistas não têm panelas? Por que eles mesmo não fazem uso do mesmo recurso contra aquilo de que tanto discordam no atual governo? Por que preferem abrir mão de um recurso tão impactante e ficarem apenas na reclamação das redes sociais?

Mas a resposta é muito mais simples do que parece: porque interessa à esquerda o que estão aprontando em Brasília. O esquerdismo sempre viu na Lava Jato uma inimiga. E qualquer movimento do governo federal com o objetivo de enfraquecer a operação será cinicamente apoiado pela atual oposição. Que é um oposição só para esquerdista ver, afinal, anda apoiando as piores decisões da atual gestão sempre que necessário.

Enfim… O esquerdista não bate as próprias panelas por pura conivência com a corrupção. E isso não começou agora. Começou há muito tempo, quando o esquerdismo acompanhou em silêncio sepulcral todo noticiário sobre o Mensalão.

Fonte: Perfil oficial de Gleisi Hoffmann

Notícias Recentes

To Top