Blog

Nomeação de Moreira Franco é lamentável, mas comparar à de Lula é abuso de má-fé

São casos muito diferentes.

Foto: Leo Barrilari / EFE

Nós do Implicante seguimos contra a nomeação de Moreira Franco ao ministério, mantendo a posição firmada por aqui há mais de dez dias. Nas condições “normais”, já não seria razoável, mas nos dias de hoje é algo ainda mais negativo.

Porém, e este é um “porém” fundamental, este caso não tem nada a ver com o de Lula. Nada vezes nada. Os que buscam uma similaridade fazem por pura má-fé, aí então seguidos pelos que aderem à tese por burrice.

Moreira Franco foi citado numa delação da Lava Jato, Lula estava sob investigação, já havia sido conduzido coercitivamente e as especulações sobre sua prisão corriam na mídia. Isso já encerra tudo, mas vale pormenorizar alguns outros aspectos.

O que é, afinal, uma “citação”? Trata-se da menção a um nome, por delator, algo que será investigado e, caso concluam pela procedência do que foi delatado, há o indiciamento e, depois disso, a denúncia. Uma testemunha (ou um delator) meramente CITAR um nome, sob qualquer ponto de vista jurídico, não é condição bastante para que a pessoa citada não possa mais ocupar cargo público.

Convenhamos, isso é o óbvio. Ah, mas então por que fomos e somos contra a nomeação de Moreira Franco? Porque nossa posição vai além do ponto meramente jurídico, sobretudo quando se trata de um momento de tamanha turbulência na política nacional.

Lula, por sua vez (e claro que também fomos contra), já tinha passado – E MUITO! – da fase da mera citação. Não se tratava mais de apenas um delator citando seu nome, mas sim de condução coercitiva realizada, investigações abertas e assim por diante.

Outro ponto importante é que Temer garantiu afastar um ministro quando houver denúncia e demiti-lo de vez se a denúncia for aceita. Havendo isso, a diferença de um para o outro são ainda mais abissais.

Por fim, aos esquerdistas que reclamam dos que agora não batem panela, a questão deve ser posta em perspectiva real: por que vocês aplaudiram a nomeação de um investigado e agora repudiam a de alguém meramente citado?

Não, eles não responder.

Mais Lidas

To Top