Blog

Olho em 2018: entenda por que importa a posição de seu candidato a presidente sobre o aborto

É mais importante do que muitos imaginam.

Sempre que se aproximam as eleições presidenciais, alguns temas naturalmente polêmicos surgem no debate, mas muitos deles são boicotados pela imprensa, geralmente por formadores de opinião situados mais à esquerda. Isso porque sabem sobre a opinião pública e simplesmente não querem um debate que empurre todos os candidatos mais para a direita.

Porém, e mais ainda com relação ao aborto, é sim fundamental conhecer a postura de um candidato à Presidência.

A razão é simples: para além da proposição de leis ou do uso da força no Congresso (já que a tendência é tudo ficar como está), o cargo possui, entre outras prerrogativas, a capacidade de nomear ministros para o STF. E, ao fim e ao cabo, é o Supremo que decide sobre o tema.

Cite-se como exemplo a ação proposta pelo PSOL, quanto à qual o próprio governo se manifestou de forma contrária, mas que será apreciada por ministros obviamente nomeados por presidentes.

Então, sim, é importante saber como ele pensa. Seja você favorável ou contrário a quaisquer dos lados, não deixe de levar isso em conta na sua escolha.

To Top