Blog

Para o PT, derrota de chapa Dilma/Temer no TSE seria tão terrível quanto a Lava Jato

Acabaria com a narrativa de “impeachment golpe”.

Como se sabe, o Tribunal Superior Eleitoral julga as contas da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer, referentes à eleição de 2014. O processo está adiantado e há risco concreto de que a decisão seja desfavorável aos réus, embora exista a hipótese da “razoabilidade em nome da ordem” e, assim, não haver perda de cargo do atual Presidente da República.

Mas o foco central é justamente a decisão contrária à chapa, que, caso ocorra, será catastrófica para a “narrativa” que se constrói para 2018.

O plano é chegar às próximas eleições dizendo que houve um golpe, pelo qual foi deposta uma presidente eleita de forma legítima. Porém, caso o TSE considere a campanha ilegal, a “legitimidade” da eleição vai junto para as cucuias e essa narrativa desmorona de uma vez. Um fato depende do outro.

Sim, sabemos, a militância não liga para fatos. Mas o povo, sim. E não vai adiantar dizer que o Tribunal Superior Eleitoral também é parte de uma grande conspiração da justiça. Isso também não cola.

Desse modo, por mais que a Lava Jato hoje seja algo péssimo para o partido, uma decisão desfavorável na justiça eleitoral pode ter, para efeito comunicativo, resultado igualmente ruim.

Notícias Recentes

To Top