Blog

Paraná Pesquisas: novos números inviabilizam Aécio Neves e consolidam Jair Bolsonaro

Outro ponto: Marina Silva deixa de ser a “terceira via”.

Embora o levantamento tenha sido restrito ao São Paulo, é possível tirar algumas conclusões e, como prometido, isso será feito agora, de forma pormenorizada. O que chama atenção mais imediata, claro, é a boa posição de João Doria, na liderança. Mas há outros fatores que merecem comentos.

Aécio Neves

Confirmados tais números, ele estaria inviabilizado. Quarta colocação no maior colégio do país? Aí, não tem como. Soma-se a isso as derrotas recentes “dentro de casa”, temos uma situação pra lá de complexa. E lembrando que as delações que o comprometeriam nem mesmo foram liberadas.

Enfim, talvez seja estrategicamente mais razoável concorrer ao governo de Minas Gerais ou, para garantir mesmo, repetir a dose no Senado.

Jair Bolsonaro

Muitos apostavam (e apostam) que nenhum partido daria legenda, que no fim não seria candidato, entre especulações do tipo. Bobagem. Na faixa dos 15% entre o eleitorado paulista, é um nome consolidado. Um fato posto, gostem ou não os adversários.

Com tais números, é natural que surjam ofertas mais generosas de diversas legendas.

Marina Silva

Seria mesmo um feito impressionante manter a posição de “terceira via” por mais essa eleição. Mas não tem como. Em 2010, estava forte; em 2014, houve aquela onda depois da tragédia com Eduardo Campos, mas no fim chegou pior que na eleição anterior.

E agora, a quarta colocação. Resta saber, claro, como será no resto do país, mas a tendência é mesmo que Jair Bolsonaro a supere.

Mais Lidas

To Top