Implicante

/ Blog

6 de agosto de 2011

Parlamentares petistas “repudiam” Jobim, não o Mensalão

white 15 Parlamentares petistas “repudiam” Jobim, não o MensalãoKindle

rosie2 454x338 Parlamentares petistas “repudiam” Jobim, não o Mensalão

Deu no Estadão, voltamos em seguida:

Petistas divulgam nota oficial de repúdio a Jobim – A senadora Ângela Portela (PT-RR) e a deputada federal Janete Rocha Pietá (PT-SP) – mulher do secretário-geral do PT, Elói Pietá – divulgaram hoje uma nota oficial em que repudiam as declarações do ex-ministro da Defesa Nelson Jobim sobre as ministras de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. Em entrevista à revista Piauí, Jobim afirmou que Ideli “é fraquinha” e criticou Gleisi, dizendo que ela “não conhece Brasília”. As petistas afirmam que o ex-ministro atacou Gleisi e Ideli “de forma machista e preconceituosa”. Elas consideram um agravante o momento dos ataques, coincidindo com o aniversário de cinco anos da Lei Maria da Penha. “Classificar as ministras como incompetentes e incapazes pode ser caracterizado como violência psicológica e moral“, advertem as petistas, caso Jobim fosse enquadrado na lei. Elas concluem exigindo respeito às mulheres. Ângela assina o documento como presidente da subcomissão em Defesa da Mulher do Senado e Janete como coordenadora da bancada feminina no Congresso. (grifos nossos)

Comentário:
Uma piada, para dizer o mínimo. Ninguém está acima da crítica por exercer cargo público, independentemente do sexo. As parlamentares petistas, porém, vêem sexismo se uma opinião contrária é dirigida a ministras.

Ridículo, até porque sexista é a atitude delas. Quando determinam que as mulheres da política não podem ser criticadas, na prática defendem que não são capazes de receber tais opiniões, como se fossem “frágeis” – chegaram ao descalabro intelectual de citar a Lei Maria da Penha.

Não houve “nota oficial de repúdio” contra Delúbio; em vez disso, voltou ao partido sob aplausos. Dirceu nem chegou a sair, Erenice também não recebeu reprimenda dos colegas; mensaleiros e alobrados, idem ibidem.

O ex-ministro Jobim, demitido porque declarou ter votado em adversário de Dilma, mereceu uma punição inédita (embora inócua) das parlamentares petistas, algo como nunca antes na história desse partido. Mais uma vez, as feministas de verdade são prejudicadas pelo oportunismo partidário de quem alega defender uma causa, mas briga apenas em favor da legenda.

No fim das contas, a grande ironia é o fato de Ideli Salvati ser mesmo fraquinha.

compartilhe

Tópicos

5 Comentários

  1. Thiago7 de agosto de 2011 às 18:56

    Cara… essas piadas são ótimas!

    Falam contra o Jobim como se o comentário dele fosse só por causa delas serem mulheres… oh “povo” com egocentrismo e mania de perseguição! ¬¬”

  2. Nélio7 de agosto de 2011 às 16:26

    As ministras em questão precisam que as socorram, mesmo que com argumentos de asno? E as deputadas, não têm mais o que fazer? Pelo visto, não é só Ideli Selvagem que é fraquinha…

  3. Danir7 de agosto de 2011 às 13:41

    Na verdade o certo seria o Jobim dizer que ela, a Ideli, é “muuuuuuito fraca”. E as duas que levantaram a bandeira da lei Maria da Penha ainda mais fracas. É uma gente tão estúpida e ignorante, dentro dos limites da própria arrogâcia que não consegue emitir um pensamento sequer quer não seja preconceituoso e desprovido de nexo. Enquanto existirem diferenciações tais como quotas, gaysismos e racismos e quetais, viveremos esta pantomina. Conheço muitas mulheres que valem a pena; e não colocaria nenhuma destas senhoras na lista, sou pelo respeito sem frescuras e pelos nomes aos bois, para que os que ficam sejam os que melhores condições condições tem de assumir as funções. Chega de mulheres sem valor e sem comportamento moral, estas que estão no governo, não precisam nem devem ser julgadas pelo sexo, mas sim pelas ações e opções abjetas. Ideli, Marta, Dilma, Gleisi, Angela Portela, Janete Petá, e muitas outras não citadas, são “fraquissimas, e moralmente condenáveis não pelo sexo, mas pelas ações. Ao assumirem as atitudes que assumem, ai sim desmerecem as mulheres e mereceriam ser punidas pela lei Maria da Penha. Prestigiar o pt, já é uma tomada de posição condenável moralmente.

  4. Carl7 de agosto de 2011 às 01:05

    Essas moças estão contribuindo para o nada com cara de alguma coisa. Que elas ignoram em gênero número e grau. São preconceituosas e insensatas.
    Recordar que elas foram eleitas por significativa parcela de eleitores(as) é muito triste.
    As verdadeiras Mulheres deveriam protestar contra essa asneira.
    Esse protesto as diminui.

  5. byMel6 de agosto de 2011 às 22:44

    Muita falta do que fazer e um coitadismo que só prejudica às mulheres.
    Eu, como mulher, sinto vergonha de tais atitudes.
    As fulanas ainda citarem lei maria da penha ficou mais ridículo ainda.
    Ah pára… que ‘genti’ sem noção… tem coisas muito graves rolando soltas e as dondocas nem tchum..?

Publicidade
Publicidade