Blog

Pesquisa com Lula na liderança foi iniciada apenas 3 dias após velório de Marisa Letícia

O momento era de grande comoção.

Imagem extraída de programa eleitoral do Partido dos Trabalhadores.

Encomendada pela CNT e realizada pelo instituto MDA, pesquisa de intenções de votos para a Presidência da República em 2018 mostra Lula está na liderança, e o petista aparece com mais pontos do que aqueles obtidos em levantamento realizado em outubro do ano passado.

Segundo o presidente da CNT, Clésio Andrade, que foi senador da base aliada de Dilma Rousseff, as pessoas estariam com “saudade” dos “bons tempos” de Lula (sim, ele disse isso). A explicação pode ser essa, mas não parece razoável colocar “Lula” e “bons tempos” numa mesma sentença afirmativa.

Vamos por partes. Em primeiro lugar, o petista sempre oscilou nas cercanias dos 30%. Há uma espécie e “regra” do mundo político: um terço é do PT, um terço é contra o PT, e a eleição se decide no outro terço. Ele estaria, portanto, até mesmo abaixo do piso clássico, de 33,33333% (comparado ao auge da rejeição, no final do ano passado, parece que houve uma subida, né?).

Mas há mais.

A pesquisa foi a campo três dias após o velório de Marisa Letícia e demorou outros quatro (08 a 11/02). Pode ser que tenha havido alguma influência positiva, já que, por óbvio, o falecimento de uma ex-primeira dama tende a atrair a compaixão de todos à figura do viúvo, por maior que seja a rusga política.

Nessa hora, as divergências políticas e partidárias quase que desaparecem e é natural que o compadecimento ocupe o espaço de sentimentos piores.

Pode-se indagar se essa seria a “melhor hora” para fazer um levantamento eleitoral, considerando o respeito ao luto, tão cobrado por muitos recentemente. Aguardemos, portanto, as próximas pesquisas, levando em conta sobretudo o desenrolar das operações ora em curso.

Fonte: Estadao

Notícias Recentes

To Top