Blog

Por que Luciana Genro renega na campanha o apoio que dava a Maduro, ditador venezuelano?

O porto alegrense não pode se deixar enganar pela linha auxiliar do PT

Luciana Genro usou seu perfil no Twitter para se posicionar: “não tenho nenhuma relação com o governo da Venezuela. Sou candidata a prefeita de Porto Alegre“. Esse “lavar de mãos” é engraçado. Porque basta visitar o próprio arquivo do Twitter da candidata à prefeita de Porto Alegre para confirmar que ela não só apoiava, como vibrava com a Venezuela.

Em maio de 2013, um artigo assinado pela própria psolista abre dizendo que “O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, recebeu ontem em Brasília representantes dos partidos que apoiam seu governo e/ou a Revolução Bolivariana“. No parágrafo seguinte são listados os políticos que apoiam a ditadura venezuelana: “Dentre os representantes do PSOL estávamos eu, os deputados Chico Alencar e Ivan Valente e o senador Randolfe Rodrigues“.

É tanta demonstração de carinho para com o desastre socialista venezuelano que o Implicante fez uma compilação dos melhores momentos. Basta clicar na imagem para visitar o conteúdo original.

Screen Shot 2016-08-22 at 1.17.26 PM Screen Shot 2016-08-22 at 1.17.15 PM Screen Shot 2016-08-22 at 1.17.06 PM Screen Shot 2016-08-22 at 1.16.58 PM Screen Shot 2016-08-22 at 1.16.51 PM Screen Shot 2016-08-22 at 1.16.36 PM

To Top