Implicante

/ Blog

28 de maio de 2012

PT, eleição paulistana e falso moralismo

white 15 PT, eleição paulistana e falso moralismoKindle

haddad marta lula tl 550x412 PT, eleição paulistana e falso moralismo

A notícia era uma das mais comentadas do fim de semana nos portais de notícias, mas foi ofuscada pela revelação de que o senhor à direita na foto acima chantageou um ministro do STF e tem pressionado outros a adiar o julgamento do Mensalão. Do portal Terra:

O Partido dos Trabalhadores (PT) preparou um manifesto com duros ataques ao pré-candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, José Serra. O texto deverá ser divulgado no próximo sábado, para a festa que deve marcar o início da campanha petista na capital. O manifesto acusa Serra de “falso moralismo” e diz que ele passou a defender uma “visão conservadora” para buscar votos da derrota para Dilma Rousseff (PT) na disputa da Presidência, em 2010. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

O documento ainda insiste no fato de Serra ter “abandonado a prefeitura” antes da metade do mandato e afirma que ele cumpriu integralmente 17% das promessas que fez em 2004, quando derrotou Marta Suplicy (PT) no pleito municipal. Haddad pretende, com o manifesto, antecipar a polarização com o tucano e forçá-lo a reagir. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve discursar na festa e liderar a ofensiva.

(grifoss nossos)

Na campanha de 2010, quem levantou temas ligados à moral não foi José Serra, e sim grupos religiosos preocupados com a posição de Dilma Rousseff sobre o aborto. Antes de ser candidata, Dilma dizia isso:

0 PT, eleição paulistana e falso moralismo

Durante a campanha, já “repaginada”, mudou de idéia:

0 PT, eleição paulistana e falso moralismo

Está claro que quem precisou visitar lideranças religiosas e frequentar cultos das mais variadas denominações para explicar uma súbita mudança de posição sobre o tema em 2010 foi Dilma, e não Serra – que sempre se declarou católico e contra o aborto.

Histórico

O “falso moralismo” é historicamente uma das especialidades dos petistas. Na eleição municipal de 2008, tentando conquistar o voto “conservador”, a campanha de Marta Suplicy (que até então sempre fora identificada com a militância gay) veiculou este comercial insinuando que o adversário Gilberto Kassab (DEM) seria homossexual:

0 PT, eleição paulistana e falso moralismo

Por falar nisso, e o Haddad? É casado? Tem filhos? Nós aqui não nos importamos muito com essas coisas, mas para o PT paulistano, essa parecia ser uma questão importante no último pleito…

compartilhe

Tópicos ,

7 Comentários

  1. Thiago Silva28 de maio de 2012 às 18:32

    Posso estar “vendo coisas”, mas o formato em que o comercial da Martha contra o Kassab foi gravado é o mesmo utilizado naquele comercial que a Folha de São paulo fez usando o Hitler em 89. Se for mesmo este o caso, a recorrência a esses recursos e suas implicações geram boas interpretações sobre o caráter dos petistas.

  2. Marlon28 de maio de 2012 às 16:08

    Olhem isso:

    PT inova em matéria de privatização. No lugar de empresas, privatiza o Estado ()

    “Depois de tanto criticar a forma tucana de privatizar estatais, percebendo a incapacidade administrativa do Estado e diante do insucesso do modo petista de privatizar, o PT, pasmem, resolveu privatizar o Estado. Hoje o ‘pensar o Brasil’ é feito por uma empresa estrangeira e para desespero da esquerda, uma empresa norte-americana.”

    http://prosaepolitica.com.br/2012/05/27/pt-inova-em-materia-de-privatizacao-no-lugar-de-empresas-privatiza-o-estado/#more-42660

  3. Aton Ceará28 de maio de 2012 às 14:03

    Essa é a nossa velha e ultrapassada esquerda de sempre, cujo lema é “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”.

  4. Guca Domenico28 de maio de 2012 às 13:52

    Corrigindo: Isso é um mal em si?

  5. Guca Domenico28 de maio de 2012 às 13:13

    O nome disso é vacina.
    Como o Ha-Ha-Ha Dad tem como grande obra a confecção do kit gay e o PT já percebeu que o povo não aprova, está tentando constranger não apenas o PSDB, mas todo mundo que é contra. Fica assim: se você falar do kit gay é “falso moralista”.
    Agora, o mais engraçado nessa tática petista é a “acusação” de que Serra é conservador. Sim, José Serra, presidente da UNE, exilado pela ditadura. Tá. Vamos supor que seja. Isso é um mal em sim?
    Espero que o PSDB acorde da letargia e não queira ser moderno, visto que tem um eleitorado majoritário conservador.

  6. carlos ribeiro28 de maio de 2012 às 12:16

    é sério agora.
    Vcs ficam o tempo todo q o haddad (3%) tenta de todo jeito polarizar a disputa com o serra(31%). q ele fica atacando serra o tempo todo e q vc acha isso um absurdo e tal…
    Quem fica dá mais cartaz pra esse otário? vc?
    pq vcs dos blogs “não sujos” não fazem um pacto de não ficar repercutindo o q o PT faz e deixa de fazer? Essa obsessão está se tornando contra-producente. esquece esse cara.
    Deixa ele desesperado.
    Ou vc é obcecado pelo PT ou sabe q a petralhada que lhe dá page views no seu blog e por isso fica cutucando os petistas pra eles te darem audiência.
    é sério, esquece esse cara.
    Moro em Minas não quero muito saber o q acontece em SP. Vc dá mais notícia do haddad q do Serra, quem vc quer que ganhe.?

  7. Gabriel Soares28 de maio de 2012 às 11:58

    Tática fajuta, de cutucar o Serra pra ver se ele retruca e faz o nome do Haddad circular mais… Seria interessante ver um silêncio absoluto por parte do PSDB… Mas eu duvido que vão se segurar.

Publicidade
Publicidade