Blog

Se o carnaval baiano custará R$ 50 milhões, ele não terá “197 atrações gratuitas”, imprensa

A imprensa brasileira não enxerga a lógica nem a um palmo do nariz

Essa é daquelas de meter a mão na própria face em sinal de reprovação. Numa das manchetes que correm as redes sociais sobre o carnaval 2017, é dito que o “de Salvador custará R$ 50 milhões e terá 197 atrações gratuitas“. Ok. Façamos de conta que a incoerência já não está explícita no próprio destaque. Será que as tais 197 atrações gratuitas não estão inclusas nestes gastos?

Confiram o que o G1 publicou já no segundo parágrafo:

“A prefeitura detalhou que os recursos totais estimados em R$ 50 milhões pagam tanto os valores cobrados pelas atrações musicais, quanto os serviços empenhados – a exemplo de limpeza e transporte.”

Então não tem nada saindo de graça não, senhora imprensa! Se não existe almoço grátis, não existe carnaval grátis. E há dinheiro público envolvido nessa farra.

Só há um ponto a se comemorar destes números: 70% deles são bancados por patrocinadores privados.

Ao menos isso.

Mais Lidas

To Top