Fundo do Baú

A imprensa delirou tanto com Eike Batista que chegou a sugerir que disputasse a Presidência

Hoje, o ex-bilionário encontra-se preso por pagamento de propina

O auge de Eike Batista coincide com o auge do petismo. Mas, cada dia mais, o noticiário policial deixa claro que não foi mera coincidência. E, se a imprensa puxava o saco de um, lógico que também puxaria o do outro.

Nesse tempo, o empresário bilionário estava em todas. E uma coluna publicada na Folha de S.Paulo mostra bem o nível que o delírio atingiu. Já no título, a sugestão de que Eike Batista disputasse a Presidência da República. No primeiro parágrafo, uma comparação com Donald Trump e uma menção a uma obsessão com o cabelo que parece não perceber que a realidade ali era bem mais complicada.

Em dado momento, o colunista contesta a ideia de que “atrás de toda fortuna tem um crime” concluindo: “as coisas estão mudando. Nossos novos ricos, confiantes e desinibidos, desfilam seu sucesso e seu dinheiro como troféus a inspirar os observadores“.

Curiosamente, não mudou justo para o personagem principal da coluna. No momento da redação deste texto, Eike Batista dorme a sua primeira noite na prisão por pagamento de propina a Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro – que também encontra-se detido.

Notícias Recentes

To Top