Blog

A trans Ariadna diz que Joanna Maranhão foi hipócrita ao chamar o Brasil de homofóbico

Em resposta aos xingamentos recebidos, a nadadora disse que o Brasil era “racista, machista e homofóbico”

É lamentável que torcedores se excedam no tom contra atletas que não atingem os resultados esperados em competições esportivas, e o caso Rafaela Silva soa exemplar. Mas também não dá para comemorar a forma como a militância política vem recrutando não só a classe artística, mas também alguns esportistas. Eliminada da Rio 2016, em resposta aos xingamentos recebidos, Joanna Maranhão usou a imprensa para dizer que o “Brasil é racista, machista e homofóbico“. Mas isso muito irritou Ariadna Arantes, a transexual que participou do Big Brother Brasil anos atrás.

E o motivo ainda se encontra no ar. Em 17 de janeiro de 2011, a própria Joanna Maranhão escreveu em seu perfil no Twitter, quando a “sister” ainda participava do programa na TV: “Pronto Ariadna, pega os 2 mil e paga seu funeral… Porque pra você se passar por mulher só morrendo e nascendo de novo!” Isso gerou uma resposta de Ariadna em todas as redes sociais da ex-BBB:

“Acordei às 7 da manhã hoje aqui na Itália e vejo meu Twitter explodindo… Várias pessoas citando coisas que essa esportista Joanna Maranhão escrevia no Twitter comentando a hipocrisia das palavras dela. Inclusive sobre minha pessoa. O bom do Twitter e isso, né? É tipo DNA, fica tudo registrado. Parece que o jogo virou, né, Joanna? Além de tá passando vergonha agora pela sua perda falida, pela sua hipocrisia escrachada e provada, ainda tem que aturar olhar pra minha cara e se perguntar: como pode essa ser mais linda que eu. Deve tá sendo um dia uma semana e com certeza será um ano bem difícil pra você! Parece que o jogo virou não é mesmo?”

Screen Shot 2016-08-10 at 9.17.06 AM

Pois é… Críticas ao racismo, machismo e homofobia são sempre válidas. Mas às vezes é de bom tom fazer um mea culpa antes. E principalmente não generalizar contra todo um país os crimes cometidos por uma minoria.

Mais Lidas

To Top