Blog

Enquanto analfabetismo cresce pela primeira vez em 15 anos, Dilma aplica golpes de marketing

Enquanto a presidente papeava com Dilma Bolada no Twitter, IBGE noticiava que o país tem agora 300 mil novos analfabetos.

dilma-joinha

Era 27 de setembro de 2013, também conhecido como “sexta-feira passada”. Às 10 horas e 5 minutos daquela manhã, o portal Terra trazia uma das piores manchetes referentes ao governo brasileiro em 2013. Dizia ela que o analfabetismo no Brasil cresceu pela primeira vez após 15 anos:

O analfabetismo no País, que vinha em queda constante desde 1998, voltou a crescer no ano passado, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foram identificadas 13,2 milhões de pessoas que não sabiam ler nem escrever, o equivalente a 8,7% da população total com 15 anos ou mais de idade. Em 2011, eram 12,9 milhões de analfabetos, o equivalente a 8,6% do total. Em 2004, a taxa de analfabetismo brasileira chegava a 11,5%. Os dados estão na Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílios (Pnad 2012), divulgada nesta sexta-feira. O levantamento consultou 147 mil domicílios em todo o Brasil.

(grifos nossos)

Você talvez não tenha ficado sabendo. Porque, naquele dia, a chamada “mídia golpista” passou a dar maior destaque a algo que aconteceu 113 minutos depois, quando a presidente do país resolveu voltar à internet forjando um diálogo um tanto constrangedor com um perfil de humor que muitos já desconfiavam estar a serviço do planalto:

dilma-bolada

Perfil de humor este que já destratou gratuitamente alguns conhecidos…

dilma-bolada2

…e outros nem tanto:

dilma-bolada3

Perfil que, mesmo sabendo da confusão que muitos fazem com a própria pessoa de Dilma Rousseff, já brincou com coisa bem séria:

dilma-bolada4Perfil que, como diz a gíria popular, já “deu carteirada” se aproveitando da própria fama para fazer ameaças:

dilmabolada21

São atitudes questionáveis mostrando que o “vale-tudo” por 2014 começa a dar suas caras. Entre notícias recentes, tem-se sobre o governo Dilma:

  1. Uso político do Minha Casa Minha Vida
  2. Denúncia de uso político do CADE
  3. Mais abuso de gastos em viagens ao exterior
  4. Dinheiro público bancando corte de luz prometido por ela
  5. Dívida pública estourando
  6. Tentativas de privatização fracassando
  7. Pior avanço na reforma agrária das últimas décadas
  8. Pior aumento de salário mínimo do plano Real
  9. Mentiras e mais mentiras sobre o Mais Médicos
  10. Insegurança jurídica nas mãos do seu ministro da fazenda
  11. E muito mais.

No entanto, o que tem feito a presidente acerca de tudo isso? Vem tentando forjar a imagem de uma mulher dura que perde a ternura jamais ao discursar na ONU contra um de seus maiores parceiros comerciais e brincar com perfis de humor no Twitter. Quando na verdade ela não possui força nem sequer para peitar economias como a da Bolívia e defender (ou respeitar) o trabalho de seus diplomatas.

O que dá para dizer é que, se a solução para reeleger Dilma em 2014 for de fato marketing puro, o marketeiro terá de fazer hora extra. Ou alguém consegue entender o que ela quis dizer neste trecho de seu discurso em Nova York no último 26 de setembro?

Tem uma infraestrutura muito importante para o Brasil, que é também a infraestrutura relacionada ao fato de que nosso país precisa ter um padrão de banda larga compatível com a nossa, e uma infraestrutura de banda larga, tanto backbone como backroll, compatível com a necessidade que nós teremos para entrarmos na economia do conhecimento de termos uma infraestrutura, porque no que se refere a outra condição, que é a educação, eu acho importantíssima a decisão do Congresso Nacional do Brasil em relação aos royalties.

To Top