Blog

Análise: ao evitar renúncia, Michel Temer opta pelo pior ao país

Cenário complicado.

Foto: Sergio Lima / Poder360

Em seu aguardado pronunciamento de hoje, Michel Temer decidiu manter-se no poder, embora houvesse expectativa de renúncia. Uma pena. Tomou a pior decisão para o país, e isso será algo péssimo, especialmente considerando os avanços.

MESMO QUE NÃO TENHA CULPA, e não é hora de atestar qualquer decisão definitiva nesse sentido, claro que a governabilidade ficará frágil, talvez impossível. As reformas, já de difícil aprovação, certamente sofrerão. Ele resolveu “trucar”, como dizem, e quem pagará – independentemente de ter a carta – será o Brasil.

Temer deveria reconsiderar tal posição, mas depois de um pronunciamento assim, convenhamos, fica bem difícil especular sobre um recuo. Lamentável.

Agora, terá contra si manifestações de rua dos que já eram adversários, o abandono daqueles que então o apoiavam, a imprensa em peso e mesmo os veículos alternativos questionando cada medida. Somam-se a isso os pedidos de impeachment já apresentados, e as perspectivas são bem ruins.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Mais Lidas

To Top