Blog

Ao descobrir que não receberia propina da BR Distribuidora, Renan Calheiros prometeu não mais apoiar Cerveró

Denúncia foi feita pelo próprio Cerveró em delação premiada para a Lava Jato.

A cobrança teria ocorrido no gabinete do próprio senador em 2012. Quando Nestor Cerveró, então diretor da Petrobras, respondeu que não estava arrecadando propina da BR Distribuidora, Renan Calheiros prometeu não mais dar-lhe apoio político. Confiram o trecho do depoimento:

“Que em 2012 o declarante foi chamado ao gabinete de Renan Calheiros no Senado Federal; que na ocasião Renan Calheiros reclamou da falta de repasse de propina por parte do declarante; que o declarante explicou que não estava arrecadando propina na BR Distribuidora; que, então, Renan Calheiros, disse que a partir de então deixava de prestar apoio político ao declarante.”

Renan Calheiros - Dilma Rousseff

Renan Calheiros é hoje o principal escudeiro de Dilma contra o impeachment. Ao ponto de muitos darem o processo por perdido, já que, após o golpe do STF na Constituição, caberá ao Senado receber ou não o processo das mãos da Câmara. Por isso, não haverá protestos da esquerda contra este peemedebista, diferentemente do que ocorre com Eduardo Cunha.

To Top