Blog

Ao menos as últimas 4 edições dos Jogos Olímpicos tiveram leis para impedir protestos

A iniciativa visa a fortalecer a segurança do evento

O projeto Aos Fatos confirmou que, de fato, as edições anteriores dos Jogos Olímpicos tinham leis específicas vigorando para evitar protestos durante a realização das competições. Em alguns casos, como na China, as restrições não se limitavam a arenas de competições, mas a toda a capital, com exceções apenas em três parques. Mas mesmo em democracias exemplares, como a britânica, a grega e a australiana, legislações do tipo impediam que os espectadores ou mesmo atletas fizessem da Olimpíada um palco para qualquer tipo de militância.

A preocupação sempre foi a mesma: segurança. Queriam com isso evitar que atentados terroristas causassem tragédias, como a ocorrida em Atlanta, em 1996, quando um atentado matou duas pessoas e feriu outras 112.

Por mais que a esquerda queira tachar o governo Temer de censor, essa lorota não pode pegar. Afinal, a polêmica lei foi sancionada pela própria Dilma Rousseff às vésperas do afastamento.

To Top