Blog

Ao preparar “carta aberta”, Dilma promete se inspirar em Vargas, que deixou uma nota suicida

Seria cômico se não fosse trágico

Mesmo afastada, Dilma Rousseff continua protagonizando bizarrices. Como último movimento antes ser afastada em definitivo, a petista promete publicar duas cartas abertas, uma delas voltada ao Senado, e outra à “história”, onde ela deve se sentir mais livre para mentir descaradamente sem medo de retaliação judicial. Se a ideia por si só já soa estapafúrdia, os termos usados por seus porta-vozes parecem ainda mais infelizes.

Porque mandaram o recado pela, vejam só, Folha de S.Paulo. E nele dizendo que o segundo texto será “um documento ‘para a história’, uma espécie de carta-testamento, como foi a que Getúlio Vargas deixou ao se suicidar, em 1954“. Ou seja… Como último ato, Dilma Rousseff se inspira num bilhete suicida para falar à nação.

Já vai tarde. Muito tarde.

To Top