Blog

Apenas 4 estados votarão em Dilma numa proporção abaixo do número de benefíciários do Bolsa Família

Metade das exceções à regra diz respeito aos domicílios eleitorais dos dois nomes que mais modificaram a votação nesta campanha: Marina Silve a Eduardo Campos.

bolsa

Ao todo, o Bolsa Família já atende 13 milhões, 983 mil e 99 famílias no Brasil. Parece um número tímido diante dos mais de 200 milhões de brasileiros, contudo, representa 24% das famílias da nação. Em outras palavras, um em cada 4 habitantes do território nacional são atingidos pelo programa. Em números absolutos, já são mais de 50 milhões de cidadãos.

O que poucos conhecem – até porque a militância governista busca desmentir a todo tempo – é a relação que há entre o número de beneficiários do programa e o de votos garantidos ao PT nas últimas eleições. Cruzando dados das últimas pesquisas com números fornecidos pelo próprio Ministérios do Desenvolvimento Social, o blog do jornalista Fernando Rodrigues conseguiu desenhar melhor esta dependência.

VotosBF2014

Apenas 4 unidades da federação fogem do que parece ser regra: a depender do percentual de família atendidas pelo Bolsa Família, a votação no PT será dali para cima. E mesmo as exceções podem ser compreendidas. Metade delas, por exemplo, dizem hoje respeito ao domicílio eleitoral dos principais adversários de Dilma na disputa. No caso, o Acre de Marina Silva e o Pernambuco do finado Eduardo Campos, ex-líder da chapa do mesmo PSB.

Todavia, para alento da oposição, essa relação vem perdendo força. Com o Bolsa Família sendo reajustado abaixo da inflação, o poder de compra de seus beneficiários caiu nos últimos anos e talvez more aí o fato de 2014 prometer uma entrega de votos menor em relação ao resultado das eleições de 2010.

VotosBF2010

 

O jornalista Fernando Rodrigues explicou melhor o impacto que isso terá nas urnas e, claro, deve estar preocupando a campanha da candidata do governo:

Sete Estados onde o programa de transferência de renda tem grande impacto dão menos votos hoje para o PT do que na última eleição presidencial: Maranhão, Piauí, Ceará, Pernambuco, Bahia, Pará e Amazonas.

A petista só está hoje melhor do que em 2010 em 4 dos 12 Estados com mais de 40% das famílias no programa federal, segundo as últimas pesquisas disponíveis: Paraíba, Sergipe, Roraima e Acre.

A intenção de voto em Dilma é hoje menor do que sua votação em 2010 em 19 Estados. Em 8 deles, ela está 10 ou mais pontos abaixo do que estava em 2010.

Os candidatos de oposição estão fazendo o que podem para diminuir o uso eleitoreiro do programa da parte do governo. Em emocionante vídeo, Marina Silva deu garantias de que não acabaria com o programa. Como argumento, disse já ter passado fome e entender a importância de seu fim. Quanto a Aécio Neves, vem batalhando no senado para que o BF seja incorporado à LOAS (Lei Orgânica de Assistência Social), o que faria do programa uma política de estado com continuidade garantida independente do vencedor de qualquer pleito. O PT, no entanto, se posicionou contra.

 

Mais Lidas

To Top