Blog

Após ajudar a quebrar o RJ, Comitê Olímpico quer adiar o impeachment

O COI teme que Dilma seja afastada definitivamente durante a Rio 2016

O governador interino do Rio de Janeiro deixou bem claro não só que o estado está quebrado, como a preparação dos Jogos Olímpicos foi forte causa para a calamidade pública decretada. Agora, o Comitê Olímpico quer que o Brasil fique um tempo a mais sob o risco de uma volta de Dilma Rousseff à Presidência da República.

Sidney Levy, diretor-geral da organização da Rio 2016, pediu informalmente ao próprio Michel Temer para que o julgamento da petista não se conclua durante a realização dos jogos. E diria num debate em Washington: “Rezo para que o impeachment seja votado (pelo Senado) antes dos jogos. Se minhas preces não forem atendidas, que seja depois dos jogos.

Ora… Se de fato o assunto o interessa, ele sabe melhor do que ninguém que o cronograma já definido não se concluirá antes da abertura do evento. Portanto, só resta fazer pressão para que o processo atrase ainda mais.

Que a graça do COI não se concretize. Dilma é um peso morto para a vida pública nacional. E que ela caia o quanto antes.

Notícias Recentes

To Top