Blog

As seis maiores lorotas de Dilma na entrevista de hoje à Rádio Capital

Ela continua faltando com a verdade e, ao que parece, perdeu mesmo os poucos limites que restavam quanto a isso.

Dilma Rousseff - entrevista - Radio Capital - Foto Evaristo Sa AFP

Dilma Rousseff deu hoje uma entrevista à Rádio Capital e meio que a “transmitiu” em seu perfil numa das redes sociais. Como sempre, falou aquelas asneiras inexplicáveis, no nível da louvação à mandioca e do “cachorro atrás”. Disse, por exemplo: “Voltando, tenho uma missão: perceber q o Brasil passou por uma ruptura democrática e sou responsável por ‘colar’ isso de volta.” (como assim? ela voltando tem uma missão e essa missão seria ela perceber algo que ela própria está dizendo agora, ou seja, já “percebeu” (e ainda por cima nem é verdade)?

Enfim, tirando a falta de nexo, outra prática comum esteve presente também nessa entrevista. Sim, a lorota. A seguir, uma lista das seis maiores.

1 – Fisiologismo

Ela diz: “É difícil governar com fragmentação partidária, significa falta de programa, de bandeira, a fisiologia impera. É ruim num sistema político.

Aos fatos: Seu partido foi condenado pelo Mensalão, que é JUSTAMENTE A SUBVERSÃO DO SISTEMA POLÍTICO. Em suma, compravam apoio parlamentar. Agora, com a Lava Jato, vemos que além do PT também os partidos então aliados participavam do esquema e votavam com o governo. E, ainda assim, espantosamente, ela vem falar de “fisiologia”.

2 – Lei Anti-Corrupção

Ela diz: “Enviamos ao Congresso lei que pune tbm o corruptor, não só o corrupto.

Aos fatos: É mole? Corrupção é crime desde sempre e, também desde sempre, são punidos os corruptos e corruptores. Dizer que criou a lei que pune os corruptores é uma coisa espantosa mesmo para os padrões dilmísticos. Especialmente quando dois ex-presidentes e dois tesoureiros de seu partido foram condenados justamente por corrupção – bem como grandes empresários (corruptores) que com eles se envolveram.

3 – Corrupção e Vontade Política

Ela diz: “A corrupção é praticada há muito tempo e às escuras. Para q fosse investigada, foi necessária vontade política.

Aos fatos: É realmente impressionante! Não, Dilma, para que a corrupção fosse investigada, foi preciso vontade dos agentes e do judiciário. Não teve qualquer “vontade política” aí, exceto a já tradicional má-vontade. A Lava Jato, para ficar num único e eficiente exemplo, precisou e ainda precisa combater MUITA oposição vinda dos políticos e de seus emissários nos meios de comunicação. Aliás, por falar em “vontade política”, como Dilma explicaria isso?

4 – Crise Econômica

Ela diz: “A questão do feijão é episódica, as chuvas devem ter atingido a produção. A inflação continuará caindo, pq construímos as condições.”

Aos fatos: Dizer algo assim sem ficar vermelha deve ser uma façanha digna de poucos atores. Oscar garantido. Porque, convenhamos, é preciso talento. A verdade é que os governos de Dilma e do PT simplesmente ARRASARAM a economia. O pouco que temos de melhora agora, algo bem discreto, ocorre justamente porque algumas mudanças foram iniciadas. Ainda falta muito. As únicas condições deixadas por Dilma foram as da destruição da economia nacional.

5 – Propina e Contas no Exterior

Ela diz: “Não tenho conta no exterior, não tenho acusação de ter enriquecido, ngm pode dizer q recebi propina. O q fizemos? Arrecadação pela internet.”

Aos fatos: A Operação Lava Jato apurou que a campanha de Dilma recebeu dinheiro no exterior, justamente por meio de uma conta na Suíça. Quanto às propinas, o presidente da Andrade Gutierrez tem uma opinião talvez divergente, o mesmo valendo para o dono da UTC. Ah, sim, outro delator depôs sobre o tema. Quanto à vaquinha, aguarde-se a investigação solicitada pelo senador Caiado.

6 – Voos de Jatinho

Ela diz: “Restringiram todo o meu movimento de avião, com intuito de me manter aprisionada no Alvorada.”

Aos fatos: Essa é mesmo para fechar com chave de ouro. Dilma não está proibida de viajar, ora! Pode ir para onde quiser, DESDE QUE PAGUE. Temer vetou o uso de jatinhos da FAB e a justiça determinou que, se ela quiser usar tais aviões, terá de pagar do bolso. Desde quando isso é proibir a locomoção? Mas, não. Dilma não aceita pegar voos com os demais cidadãos, certamente com medo das vaias que seriam distribuídas em vídeos pela internet toda. Desse modo, só voa se for de jatinho.

Enfim, é triste que, mesmo agora no fim desse episódio lamentável do impeachment, ela ainda insista em atropelar a verdade. Nem mesmo o militante mais empedernido acredita piamente nessas bobagens e o povo real, que já está consciente do que foi de fato seu governo, deve até gargalhar lendo ou ouvindo esse tipo de coisa.

Triste fim. Escapamos de uma boa, afinal.

Mais Lidas

To Top