Blog

Baixaria na campanha

 Baixaria na campanha

Um passeio simples por qualquer perfil petista na web garante algumas máximas acerca do tema do texto: os tucanos fazem campanhas sujas. É o que eles dizem e, de tanto dizer, quase fazem parecer que alguém ali realmente acredita nisso. Mas é pouco provável, porque é uma daquelas mentiras toscas, que valem para imputar ao adversário aquilo que o próprio “indignado” pratica.

Vejamos um retrospecto simples.

Em 2002, na campanha para a Presidência da República, o PT usou esquema ilegal de pagamentos. Duda Mendonça depôs em CPI entregando esse ouro e, agora, para negar o Mensalão, todo o partido se vê na circunstância absurda de “reconhecer” ao menos esse tipo de prática (o que parece inócuo, pois Ministros do STF não se convenceram quanto a APENAS um delito). Isso é campanha suja.

Na reeleição de Lula, houve o episódio dos Aloprados: apareceu uma montanha de dinheiro, cuja origem ATÉ HOJE NÃO FOI DECLARADA, para comprar um dossiê fajuto. Estavam envolvidos, como no caso de 2002, pessoas ligadas aos principais candidatos petistas. Isso é campanha suja.

Marta Suplicy, em 2008, começou o segundo turno questionando seu adversário, Kassab. Queria saber se ele
era “casado” e se tinha “filhos”, em alusão íntima cínica e agressiva. Isso é campanha suja.

Em 2010, o bunker de pré-campanha de Dilma Rousseff contratou duas pessoas hoje complicadas com a justiça: Amaury Ribeiro, indiciado em 4 crimes, entre os quais a invasão do sigilo fiscal de familiares de adversários da então candidata do PT e também Dadá, hoje indicado como PAGADOR do esquema de Cachoeira. Isso é campanha suja.

Agora, em 2012, a equipe de Haddad publica um vídeo associando um adversário a Adolf Hitler. Disseram que o responsável foi “afastado” e o candidato disse que não sabia de nada – ainda que não soubesse, continua ele próprio responsável pelo que seu SITE OFICIAL publica e divulga. Isso é campanha suja.

Essa lista BEM sintética reúne fatos concretos facilmente pesquisáveis. O PT é especialista em campanhas sujas, tem uma verdadeira ficha corrida nesse sentido e, claro, também devemos incluir aqueles blogs de ex-jornalistas pagos com dinheiro público (uma consulta aos textos e comentários mostra o nível de insulto, ofensa, xingamento e que tais).

Esses são os fatos. As matracas – pagas ou não, e com ou sem a língua presa – insistirão na ladainha de que os outros fazem “campanha suja”. É mentira. O PT faz campanha suja. E não há como essa gente negar tudo isso, de modo que é mais prático acusar o adversário daquilo que eles próprios fazem. Simples e nojento assim.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Mais Lidas

To Top