Blog

Boa e má notícia: governo pode lançar loteria online, mas criará uma estatal para isso

De fato, será ótimo poder apostar online; o ruim é criar mais uma empresa pública.

Loteria Online - Jogo Loteca Gulliver

Os tempos são outros (imagem: Jogo “Loteca”, Gulliver)

Sem dúvida alguma, não faz nem sentido não haver possibilidade de aposta oficial nas loterias usando os meios online. O governo acerta muito ao permitir tal possibilidade. Mas ao mesmo tempo erra ao estabelecer que isso ocorra por meio da criação de uma estatal.

Aí, não. Já temos muitas estatais e boa parte dos problemas de inoperância – e corrupção – decorrem delas.

Nós, do Implicante, apoiamos a iniciativa de poder jogar online, mas ao mesmo tempo repudiamos a criação de nova empresa pública para isso. Aí, não dá para defender.

Mais ainda: somos a favor da privatização TOTAL dos jogos e a liberação daqueles considerados “de azar”. Caberia ao governo apenas fiscalizar a lisura e o cumprimento das regras, bem como recolher seu quinhão tributário, mas não propriamente executar a realização de jogos.

Quanto aos “de azar”, poderiam criar zonas livres, a exemplo do que acontece em alguns lugares dos EUA, buscando fomentar regiões pouco desenvolvidas, que de imediato receberiam hotéis e muita estrutura, gerando empregos e melhorando as condições locais.

Sim à loteria online, sim à liberação dos jogos, mas NÃO à “Jogabrás 2.0”.

Mais Lidas

To Top