Blog

Brasil é o que menos cresce na América do Sul

Leiam um trecho da reportagem de Érica de Fraga e Mariana Carneiro publicada na edição dominical da Folha:

O Brasil foi o país que menos cresceu na América do Sul em 2011.

As taxas de expansão da economia brasileira perdem para as de outras nações emergentes, como China e Índia, de forma recorrente. Mas, desde 2006, o desempenho do país não ficava aquém do resultado de todos os vizinhos sul-americanos, segundo estimativas recentes.

O fraco desempenho do Brasil, que cresceu apenas 2,7% no ano passado, deve fazer ainda com que o país fique abaixo da média de expansão da América Latina como um todo (próxima a 4%). Isso também não ocorria há cinco anos.

“Estimamos que, de todos os países latino-americanos, só Guatemala e El Salvador cresceram menos que o Brasil”, diz Richard Hamilton, da consultoria Business Monitor International (BMI).

A desaceleração brasileira em 2011 é, em parte, explicada pela forte expansão de 7,5% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2010, que levou à alta da inflação. Isso forçou o governo a tomar medidas para esfriar a economia.

Mas outros países da região (como Peru e Uruguai) também passaram pelo mesmo processo e registraram desacelerações menos acentuadas no ano passado.

(…)

RISCO

O baixo crescimento do Brasil em 2011 em relação à expansão dos vizinhos sul-americanos representa um risco para o país, na opinião de Hamilton, da BMI:

“Isso é relevante porque pode levar investidores a questionarem a sustentabilidade do modelo de crescimento brasileiro”.

Íntegra aqui (para assinantes).

Comentário:

É sempre bom que o nosso leitor relembre o que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, dizia no decorrer de 2011:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=0F5XmI7Y–o[/youtube]

Pra 2012, Guido já projetou um crescimento entre 4,5% e 4%. Aguardemos.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Notícias Recentes

To Top