Blog

Brasil profundo: na Baixada Fluminense, mais de 95% dos homicídios ficam sem solução

Somente chegam à autoria dos crimes em 4,5% dos inquéritos.

O Brasil tem um índice de homicídios que já ultrapassou há muito as raias do absurdo. Mata-se muito, muito mesmo. Segundo a OMS, temos o maior número absoluto de homicídios do mundo inteiro e, contrariando as teses esquerdistas, essa taxa AUMENTOU à medida que a desigualdade social DIMINUIU.

Uma das hipóteses apontadas para a ocorrência de tantos assassinato no país é a impunidade.

Essa tese ganha força quando se destaca um ponto levantado por longa reportagem da Revista Época acerca da violência na Baixada Fluminense. Segue trecho:

“Mata-se muito na Baixada Fluminense. E em apenas 4,5% dos inquéritos descobre-se o autor dos crimes”

Por outra: mais de 95% dos homicídios seguem sem solução. E é bom ressaltar que o inquérito apontar determinada autoria não significa pena aplicada, pois obviamente há ainda julgamento e todos os procedimentos, de modo que seria interessante ter acesso aos dados condenatórios finais – a taxa final certamente seria ainda mais inquietante.

Este é o Brasil. Não falta aula disso ou artesanato daquilo, falta a aplicação da lei, falta fiscalização adequada, falta equipar a Segurança Pública de maneira minimamente razoável e, para além de tudo isso, falta ao cidadão o direito de defender-se a contento.

Fonte: Revista Época

Mais Lidas

To Top