Blog

Brasil registra o maior número de homicídios da história

É preciso coragem para enfrentar o descalabro da segurança pública.

As teorias esquerdizantes funcionam da seguinte forma: o bandido nunca é culpado. Sempre a culpa é do contexto, da sociedade (que é vítima), do capitalismo, da natureza etc. O bandido, para a esquerda, é quase um gaiato nessa história. Isso seria algo apenas deprimente, caso ficasse restrito como teoria em universidades, mas o pior é que tais pensamentos contaminam governos e suas gestões de segurança pública.

E o que temos é isso: o maior número de assassinatos de toda a história. São praticamente SESSENTA MIL POR ANO.

Um absurdo inaceitável. Já falamos aqui, aliás, sobre o fato de que sempre seremos recordistas no homicídio de qualquer grupo. Afinal, no país onde 60 mil são assassinados num ano, haverá um número grande de mortos independentemente do corte: gênero, etnia, condição social etc.

É fundamental, portanto, que se enfrente a questão da forma como ela é, deixando de tratar o culpado como se fosse vítima e a vítima como se fosse culpada.

Brasil---Seguranca-Publica---Taxa-Homicidios

Não podemos continuar assim.

To Top