Blog

Campanha: É verdade, Aécio? Não Vai Desmentir?

Antes de tudo, o vídeo:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=cEaFU-y5OTo[/youtube]

Notem os aplausos do autor do livro. Mas sigamos…

Amaury Ribeiro alega que o mandante de suas ~investigações~ foi o Governo de Minas, que teria passado a tarefa ao jornal O Estado de Minas, onde ele trabalhava – e no nome de quem está o pagamento de uma passagem para São Paulo já quando o jornalista estava em férias e demissionário.

Protógenes Queiroz, condenado em primeira instância pela Justiça Federal de São Paulo por vazamento de documento sigiloso e provas forjadas em inquérito, e cujo processo agora está no STF porque se tornou deputado com os votos do Tiririca, pediu abertura de uma CPI baseada no livro de Amaury – este último, aliás, figura em inquérito da PF cujo relatório requer o indiciamento em alguns crimes.

Com o vídeo, nota-se o que seria o “retorno de Aécio” à empreitada da qual é acusado de dar início e ser beneficiário. Tudo começou em dezembro de 2007 – está no depoimento de Amaury à Polícia Federal – e, agora, resulta num requerimento de CPI. Nos dois momentos, o neto de Tancredo e irmão de Andrea é mencionado.

É verdade, Aécio? Não Vai Desmentir?

O Implicante, acreditando que tudo não passa de mentira, aguarda que Aécio Neves PROCESSE Amury Ribeiro Jr. diante das acusações. Por enquanto, o senador apenas teceu crítica literária (negativa, é verdade) ao livro em comento.

Aberta a campanha! Vamos lá, Aécio! Processe o Amaury!

To Top