Blog

Candidato de Eduardo Paes no Rio de Janeiro empregava a própria mãe quando na Câmara

A lei não permite esse tipo de relação no serviço público

Quando Eduardo Paes era deputado federal, ainda em 1999, Pedro Paulo, seu candidato a prefeito do Rio de Janeiro, era chefe do gabinete do parlamentar. Na época, Eliana Carvalho Teixeira, mãe de Pedro Paulo, foi empregada do mesmo gabinete. O problema é que a lei proíbe esse tipo de relação familiar no serviço público.

O caso foi resgatado por Fernando Rodrigues, do UOL.

Na época, a turma ainda pertencia ao PSDB. Hoje, candidatam-se pelo PMDB do RJ.

Ao todo, a mãe de Pedro Paulo esteve por sete anos na função, e, em valores atualizados, recebeu quase meio milhão de reais de salários.

Mas Pedro Paulo tem muito mais a explicar aos eleitores.

To Top