Blog

Capa da Playboy quer rever o divórcio com delator da Lava Jato: “estou cansada de ser enganada”

Gisele Fraga, musa de toda uma geração, é ex-mulher de Augusto Mendonça, da Toyo Setal. Eles tinham uma offshore chamada “Stole Away”, que ajudou a financiar um filme da atriz com astros de Hollywood.

Gisele Fraga - Operação Lava Jato - Augusto Mendonça - Toyo Setal

Ela foi uma das musas de toda uma geração, e isso numa época em que não era exatamente fácil chegar a tal posto. Numa era em que brilharam deusas como Isadora Ribeiro, Magda Cotrofe, Nani Venâncio, Luciene Adami e tantas outras, havia também Gisele Fraga, maravilhosa, que despontou por meio das passarelas e também dos comerciais.

A consagração foi uma capa da Playboy, na edição que contava também com “Vênus”, integrante da famigerada banda “Afrodite se Quiser” (do hit “O que que ela tem que eu não tenho?”).

O mundo gira, a lusitana roda, o tempo passa e vejam só que coisa: ela agora quer rever os termos do divórcio firmado com Augusto Mendonça, da construtora Toyo Setal. Ele foi o primeiro empresário a fazer delação na Operação Lava Jato.

A modelo, que também é atriz e já contracenou com feras como Ray Lyotta e Ving Rhames, acredita ter sido enganada na separação. Disse textualmente: “estou cansada de ser enganada”. Aliás, a produção em que esteve ao lado das citadas estrelas, bem como de Christian Slater, foi financiada em parte por uma offshore do casal chamada “Stole Away” (vejam a tradução no Google Translate).

Vamos recapitular: uma musa da década de 1980, que foi capa da Playboy, quer rever o divórcio com um delator da Lava Jato por achar que foi enganada; durante o casamento, porém, financiaram um filme dela com astros do cinema por meio de uma offshore denominada “Stole Away”.

O Brasil é simplesmente inacreditável.

Notícias Recentes

To Top