Blog

Cerveró diz que pagou propina a Renan Calheiros, Jader Barbalho e Delcídio do Amaral

Complicou para a ala “dilmista” do Senado

Novas informações de Nestor Cerveró, prestadas em delação premiada, complicam de vez a vida da ala pró-Dilma no Senado. O delator citou três senadores: Renan Calheiros (PMDB/AL, presidente da Casa), Jader Barbalho (PMDB/PA) e Delício do Amaral (PT/MS, então líder de Dilma no Senado Federal e hoje preso).

Segundo Cerveró, foram R$ US$ 6 milhões de dólares a Renan Calheiros e Jader Barbalho e outros US$ 2 milhões a Delcídio. O valor total convertido seria de praticamente 32 milhões de reais.

A denúncia aparece num momento estrategicamente delicado para o governo, já que se busca uma articulação entre os senadores pró-Dilma (caso de Renan e Jader – Delcídio não conta porque não tem como votar pelo governo estando na cadeia).

Renan Calheiros - Jader Barbalho

Se algo complica a vida do governo, então imediatamente é bom para o Brasil.

Mais Lidas

To Top