Blog

Checamos: a Lava Jato só condena políticos do PT? Confira

09.09.2015 - Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) realiza audiência pública interativa para instruir o PLS 402/2015, que altera o Código de Processo Penal, em relação aos recursos. Em pronunciamento, juiz federal, Sérgio Fernando Moro. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado.

Não procede a narrativa de que haveria perseguição.

Foto: Marcos Oliveira / Agencia Senado

Ainda hoje falamos sobre os números da Operação Lava Jato, na primeira instância, e eles são significativos. Ao todo, e com dados atualizados apenas até 17/03, foram 130 condenações. Segundo os dados do site oficial, são ao todo 58 acusações criminais contra 260 pessoas físicas.

Entre os condenados, apenas nove são políticos e a maior parte deles não é do PT:

PT
André Vargas
Delúbio Soares
João Vaccari Neto
José Dirceu

PTB
Gim Argelo

PP
Pedro Corrêa
João Cláudio Genu

PMDB
Eduardo Cunha

SD
Luis Argôlo

Portanto

São apenas nove políticos condenados, o que já afastaria a ideia de perseguição a um partido, e a maior parte é de outros partidos, embora o PT seja aquele com um número maior isoladamente.

E isso se dá por uma questão simples: a Lava Jato investiga ocorrências numa estatal federal, e o governo federal ficava justamente com essa legenda. O liame eleitoral faz com que tesoureiros sejam mencionados e, de novo, aqueles do partido detentor do poder e seus aliados.

Por fim, há desdobramentos, como o do Rio de Janeiro, que envolve o peemedebista Sergio Cabral, entre outros.

A alegação de que o PT seria perseguido simplesmente não procede, basta checar os dados.

Fonte: Veja

To Top