Blog

Collor: renunciou e perdeu os direitos políticos; Dilma: foi cassada e os manteve

A manobra para salvar Dilma e Cunha faz de Collor uma dos maiores injustiçados da história do país

Ao pé da letra, Fernando Collor de Mello não caiu por causa do processo de impeachment, já que renunciou nos minutos finais na intenção de preservar os direitos políticos. Ainda assim, o Senado reuniu-se para decidir se ele os perderia. Graças a isso ficou inelegível por oito anos, mesmo depois tendo sido inocentado no STF.

Dilma Rousseff não renunciou, foi cassada pelo processo. Perdeu o mandato. E a Constituição é bem clara: uma vez cassado o mandato, há a perda dos direitos políticos por oito anos. No entanto, para protegê-la da Lava Jato, os senadores acordaram entre si uma forma de simplesmente ignorar o texto constitucional e permitir que ela assuma cargos públicos.

Em resumo: Collor, que não foi cassado, perdeu os direitos, enquanto Dilma, que foi cassada, os manteve.

Já é possível dizer que a manobra golpista fez do ex-presidente um dos maiores injustiçados da Nova República.

Mais Lidas

To Top