Blog

Com a ação da PF, fracassa antes do início o plano de Dilma de avançar sobre PMDB

Os fatos às vezes atropelam as estratégias.

Estava tudo pronto: o governo Dilma iniciaria movimento para enfraquecer Leonardo Quintão (MG), atual líder do PMDB na Câmara, depois de os deputados do partido chutarem Leonardo Picciani (RJ) do cargo. A ideia seria tirar o mineiro e reconduzir o aliado ao posto. Isso, claro, antes de deflagrada a Operação Catilinárias.

Como foram cumpridos mandados de busca a apreensão nas casas também de ministros de Dilma, dois deles não exatamente próximos das alas hostis ao governo (tanto que são ministros), a tática de outrora passa a nem mesmo fazer sentido. Atribui-se a Picciani, aliás, a indicação de Celso Pansera, um dos alvos da PF.

E agora? Agora ninguém sabe. Porque o fato tende a minar ainda mais as forças de Dilma junto ao partido e, com isso, a estratégia anterior foi para o brejo.

Dilma Rouseff - PMDB

Acontece.

Notícias Recentes

To Top