Blog

Com novo ICMS, compras online podem ficar até 50% mais caras

Quem alerta é o Sebrae.

As compras online ficarão mais caras. Bem mais caras. Quem dá o alerta é Guilherme Afif Domingos, presidente do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Segundo a nova regra do ICMS, além de tudo, ele será recolhido no destino, não na origem. Ou seja, uma loja online sediada no Mato Grosso, por exemplo, precisará recolher o imposto na Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul, caso seu comprador seja gaúcho. E assim por diante.

O novo critério decorre de um convênio do Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária).

É de fato um absurdo que isso aconteça. Enquanto a regra da economia mundial é a busca pela eficiência, o Brasil se afunda em atraso, burocracia e altos custos aos empresários. Com isso, as pequenas e médias empresas acabam prejudicadas ao extremo – e as grandes perdem vigor competitivo diante das estrangeiras. Isso é um exemplo de como o atual governo ajuda a afundar o Brasil com essa visão estúpida de que o setor empresarial seria sempre um vilão.

13369027524_66ce5e0ffc_h

E assim vamos mais e mais para o buraco.

Mais Lidas

To Top