Blog

Conformado com o impeachment de Dilma, Lula agora tenta evitar uma debandada do PT

E, pelo visto, ele talvez não tenha tanto sucesso nessa empreitada.

Desnecessário citar a baixíssima popularidade de Lula, Dilma Rousseff e do PT. Basta dizer que, só em São Paulo, um terço dos prefeitos eleitos pelo partido o largaram para tentar ter alguma chance nas urnas neste ano. Além disso, mesmo os dirigentes petistas simplesmente não querem graça com o ex-amado líder nem com a presidente afastada.

E agora, mais água nesse chope: há uma debandada prevista para o pós-impeachment (e, presume-se, pós-eleição). A “janela” criada servirá de PORTEIRA para o estouro de uma manada.

Lula - Dilma Rousseff - Impeachment

O próprio Lula já largou de mão as esperanças com Dilma em relação ao afastamento definitivo. O foco passou a ser a tentativa de salvar o partido (e, claro, salvar-se).

Mas talvez não haja mais tempo ou condições para isso. Melhor pro país.

Ah, sim: é preciso muita atenção nesse movimento de ex-filiados. Recomendamos COM FERVOR que ninguém vote não apenas nos que ainda estão no PT, mas também naqueles que saíram há pouco tempo, depois de anos e anos e anos participando de tudo.

Mais Lidas

To Top